Clique na imagem para abrir o site

Você quer realizar o sonho de viajar para Israel?

Você quer realizar o sonho de visitar Israel?

Agora você pode realizar este sonho, entre em contato comigo por e-mail ou telefone, estamos montando uma caravana e temos ótimas condições para todos aqueles que desejam conhecer a Terra Santa e pisar na terra onde Jesus pisou, não perca esta oportunidade. Todos os meus contatos você encontra mais abaixo, não deixe para amanhã, entre em contato agora mesmo.
Todo cristão deve conhecer a Terra Santa, não perca esta oportunidade.

28 de dez de 2009

Histórias da Assembleia de Deus no Brasil

O PRIMEIRO JORNAL PENTECOSTAL
GUNNAR VINGREN E DANIEL BERG VIAJARAM 14 DIAS PARA CHEGAR AO PARÁ
Em 1917, Almeida Sobrinho e João Trigueiro, lançaram o Voz da Verdade. O jornal circulou durante apenas dois meses
por ISAEL DE ARAUJO

Gunnar Vingren e Daniel Berg viajaram 14 dias para chegar ao Pará
Gunnar Vingren e Daniel Berg chegaram à cidade de Belém, capital do Estado do Pará, no dia 19 de novembro de 1910. Eles viajaram durante 14 dias como passageiros do navio Clement que veio de Nova Iorque, Estados Unidos e atracou no porto de Belém. Gunnar Vingren estava com 31 anos de idade nesta época e Daniel Berg com 26 anos.

Dois brasileiros lançaram o primeiro jornal pentecostal publicado no Brasil
Antes de os missionários Gunnar Vingren e Samuel Nyström começarem a editar o jornal pioneiro Boa Semente, Almeida Sobrinho e João Trigueiro, lançaram em 1917 o Voz da Verdade. Almeida Sobrinho, um pastor batista que se tornara pentecostal, era o redator-responsável e era auxiliado por João Trigueiro da Silva. Não era o órgão oficial da Missão de Fé Apostólica (como era conhecida a Assembléia de Deus em seus primeiros anos), pois atendia também a três outras igrejas da cidade, as quais criam nas mesmas verdades da doutrina do Espírito Santo. Essas igrejas eram pastoreadas por Almeida Sobrinho.

1922: é realizada a primeira Escola Bíblica de Obreiros nas Assembléias de Deus
A primeira Escola Bíblia de Obreiros nas Assembléias de Deus aconteceu em 1922 em Belém do Pará. Durou um mês, de 4 de março a 4 de abril. Participaram 16 obreiros, além do ministrante que foi o missionário sueco Samuel Nyström. Ele havia estudado na Escola Bíblica da Missão Örebro na Suécia em 1914, antes de ser separado evangelista. O tema dos estudos bíblico foi “A obra de Deus”. O modelo de realização de escolas bíblicas para formação bíblica, espiritual e ministerial de obreiros foi inspirado no modelo adotado pentecostais suecos. De 1922 em diante, em todas as partes do Brasil, escolas bíblicas para obreiros passaram a ser realizadas nas Assembléias de Deus, porém, duram apenas uma semana. As mais conhecidas atualmente são as da Assembléia de Deus de Recife, Curitiba e Belenzinho, em São Paulo.

Missionário bebeu limonada envenenada e não morreu
Em Jaci-Paraná, por volta de 1921, um homem turco, cuja esposa se convertera, uma vez tentou atirar no missionário norte-americano Paul John Aenis para matá-lo, e depois lhe deu para beber um copo de limonada com veneno, mas Deus preservou a vida do missionário, pois o homem não sabia que o limão cortara o efeito daquele veneno. Pouco tempo depois, aquele homem converteu-se e pediu para ser batizado nas águas pelo próprio missionário Paul John Aenis que se tornou o fundador das Assembléias de Deus no Estado de Rondônia, e pioneiro pentecostal na região do rio Madeira no Estado do Amazonas e do rio Guaporé, no noroeste do Estado do Mato Grosso, fronteiras entre Brasil e Bolívia.

Pastor Isael de Araujo é responsável pelo Centro de Documentação, Informação e Pesquisa (Cdip) da CPAD e pelo Centro de Estudos do Movimento Pentecostal (CemP).
É autor do Dicionário do Movimento Pentecostal (CPAD).

22 de dez de 2009

O batismo

Há na bíblia dois tipos de batismo, o primeiro é o batismo nas águas onde todos quando se julgam convertidos tem de passar, são imersos na água para purificação de pecados, Jesus também foi batizado nas águas para servir de exemplo para todos, "Então veio Jesus da Galiléia ter com João junto do Jordão, para ser batizado por ele.
Mas João se he opunha, dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim? Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então, ele o permitiu.
"MT 3:13,15
O batismo é um assunto muito importante na bíblia. Muitos textos nos mostram que o batismo está intimamente relacionado com os fundamentos do evangelho. Quando Jesus encarregou os apóstolos de levar a Sua Palavra, ele fez do batismo um elemento central da mensagem que eles deveriam levar ao mundo: "Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as cousas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos as dias até a consumação do século" Mt 28:18-20. Quando Paulo apresentou os sete fundamentos da unidade cristã, o batismo era um deles: "Há somente um corpo e um Espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos" Ef 4:4-6.
Você aqui pode perceber a importância do batismo e a sua ligação com aqueles outros elementos vitais do cristianismo. Infelizmente, poucos entendem o que a Bíblia afirma acerca da relação entre batismo e salvação.
O Batismo nas águas simboliza o pacto entre Jesus e a pessoa que o recebeu Jesus como seu único Salvador. É uma manifestação pública da sua fé em Jesus. É feita diante de Deus, dos anjos e dos homens. O Batismo simboliza a morte do velho «EU», a saída dos caminhos errados, a separação do pecado e das coisas deste mundo. O Batismo nas águas simboliza a ressurreição de uma nova vida com Deus. O Batismo é um funeral do antigo «EU». O descer as águas quer dizer que morremos para nós próprios e para as coisas deste mundo. As águas simbolizam o sangue de Jesus no qual, quando mergulhados ficamos lavados dos nossos pecados. O sair das águas simboliza o ressuscitar, o nascer de novo para uma nova vida com Jesus. Agora vemos o segundo tipo de batismo, o batismo da fé, “Ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida.”
Rm 6:3,4. Quando nos propomos a receber o batismo, também chamado como batismo da salvação, alguns podem nos chamar de fanáticos, loucos, bíblia e outros adjetivos até impróprios, mas com a nossa consciência na aliança com Jesus, sabemos que poderemos vencer estes obstáculos que vão aparecer na nossa frente. “Depois, trazendo-os para fora, disse: Senhores, que devo fazer para que seja salvo? Responderam-lhe: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa. E lhe pregaram a palavra de Deus e a todos os de sua casa. Naquela mesma hora da noite, cuidando deles, lavou-lhes os vergões dos açoites. A seguir, foi ele batizado, e todos os seus.”
At 16:30,33
O batismo com o Espírito Santo é o segundo tipo de batismo, pois, nos leva a ver com nossos olhos espirituais, a face do Senhor Jesus Cristo e nos prepara para resistir ao inimigo, resistir às lutas e nos faz vencedor, “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado" Mc 16:15,16
Os discípulos também praticavam este mandamento de Jesus, "E, ouvindo eles isto, compungiam-se em seu coração, e perguntavam a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos varões irmãos? E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe; a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.” At 2:37,39.

Graça e paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

A prosperidade que vem de Deus

“A fazenda que procede da vaidade diminuirá, mas quem a ajunta pelo trabalho terá aumento” Pv 13.11.
Você pode construir sua casa sobre a areia ou a Rocha (Mt 7:24,27). Para isso, precisará escolher entre agir com vaidade ou permitir a operação de Deus. É importante, porém, tomar cuidado com o custo do erro, pois o Altíssimo aumentará o que Ele ajudou a construir, mas não impedirá o diabo de destruir o que não foi erguido com a ajuda do Pai. A fonte ou origem do seu crescimento é muito importante.
O desejo do Senhor é compartilhar tudo conosco. O Pai sempre quer que seus filhos andem com Ele, assim como fez Enoque, o qual não foi mais achado, pois Deus para Si o tomou (Gn 5:24). Sem dúvida, os que andam com o Altíssimo permitem que sejam tomados por Ele.
Se estivermos no Caminho do Senhor, seguindo lado a lado com Ele e deixando que Sua sabedoria nos dirija nada nos decepcionará. Por outro lado, se não andarmos com Ele nem consultarmos Sua direção, seremos guiados pela vaidade dos nossos sentidos. Porém, quando agimos dessa forma, achando que podemos decidir por nós mesmos, somos comparados pelo Senhor com o homem insensato: aquele que construiu sua casa sobre terreno arenoso e, com as chuvas e fortes correntezas, teve sua moradia desmoronada. A vaidade do nosso sentido é um péssimo terreno para a construção de qualquer edificação; ela não suporta as tempestades desta vida.
Quem é prudente não se apressa. Antes, deposita seus planos no altar divino, sabendo que, no tempo certo, receberá a direção e porá mãos à obra. Depois de ter cavado fundo, lança seu alicerce sobre a Rocha – o Senhor (Sl 31.2,3) – e nada abalará sua construção, nem mesmo o pior temporal.
Essa história de ou pegar ou largar, de agir no impulso, não provém de Deus. Quem age apressadamente ou toma atitudes erradas para amealhar riquezas ou solucionar problemas não obedece ao Senhor e, por isso, peca. Para que os fins sejam abençoados, os meios têm de ser aqueles dados pelo Pai celeste. Há, porém, muitas pessoas dominadas por demônios por não observarem quem as impulsiona. A Palavra declara que, para essas, o salário do pecado é a morte, a natureza de Satanás (Rm 6:23). Por outro lado, os justos, além do sucesso obtido, receberão um bônus dado pelo Senhor.
Onde não há paz, a mão de Deus não está operando. Então, é melhor não possuir riqueza nenhuma – mas ter a presença divina – do que acumular muitos tesouros com a operação do diabo. Afinal, o Senhor não pode guardar um bem que foi adquirido com a ajuda do inimigo.
Só permanecerá a casa que for construída sobre a Rocha. Por isso, preste atenção: não aceite nada que provém do erro, mas aja sabiamente e busque apenas a ajuda do Altíssimo e lembre-se, isto não é receita de bolo, pode acontecer com você ou não, mas o que importa é seguir sempre a Deus, não importando se teremos conquistados bens materiais ou não, vale mais ajuntar tesouros no céu do que na terra, vale mais adorar ao Criador do que se descepcionar por não ter adquirido algo de valor nesta terra.
Graça e Paz em Cristo Jesus
Pr. Jorge Rodrigues

16 de dez de 2009

Ame

lembre-se sempre do amor de Cristo e ame
ame, porque a inteligência sem amor nos faz ser perversos,
ame, porque a justiça sem amor nos torna implacáveis,
ame, porque a diplomacia sem amor nos torna hipócritas,
ame, porque a riqueza sem amor nos faz ser orgulhosos,
ame, porque o êxito sem amor nos faz ser arrogantes,
ame, porque a pobreza sem amor nos faz avarentos,
ame, porque a beleza sem amor nos ser fúteis,
ame, porque a autoridade sem amor nos faz tiranos,
ame, porque a trabalho sem amor nos faz escravos,
ame, porque a simplicidade sem amor nos deixa egoístas,
ame, porque a política sem amor nos torna corruptos,
ame, porque a fé sem amor nos deixa fanáticos,
ame, porque a cruz sem amor se converte em tortura,
ame, porque a vida sem amor.......não tem o menor sentido.

Graça e paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues