Clique na imagem para abrir o site

Você quer realizar o sonho de viajar para Israel?

Você quer realizar o sonho de visitar Israel?

Agora você pode realizar este sonho, entre em contato comigo por e-mail ou telefone, estamos montando uma caravana e temos ótimas condições para todos aqueles que desejam conhecer a Terra Santa e pisar na terra onde Jesus pisou, não perca esta oportunidade. Todos os meus contatos você encontra mais abaixo, não deixe para amanhã, entre em contato agora mesmo.
Todo cristão deve conhecer a Terra Santa, não perca esta oportunidade.

28 de dez de 2009

Histórias da Assembleia de Deus no Brasil

O PRIMEIRO JORNAL PENTECOSTAL
GUNNAR VINGREN E DANIEL BERG VIAJARAM 14 DIAS PARA CHEGAR AO PARÁ
Em 1917, Almeida Sobrinho e João Trigueiro, lançaram o Voz da Verdade. O jornal circulou durante apenas dois meses
por ISAEL DE ARAUJO

Gunnar Vingren e Daniel Berg viajaram 14 dias para chegar ao Pará
Gunnar Vingren e Daniel Berg chegaram à cidade de Belém, capital do Estado do Pará, no dia 19 de novembro de 1910. Eles viajaram durante 14 dias como passageiros do navio Clement que veio de Nova Iorque, Estados Unidos e atracou no porto de Belém. Gunnar Vingren estava com 31 anos de idade nesta época e Daniel Berg com 26 anos.

Dois brasileiros lançaram o primeiro jornal pentecostal publicado no Brasil
Antes de os missionários Gunnar Vingren e Samuel Nyström começarem a editar o jornal pioneiro Boa Semente, Almeida Sobrinho e João Trigueiro, lançaram em 1917 o Voz da Verdade. Almeida Sobrinho, um pastor batista que se tornara pentecostal, era o redator-responsável e era auxiliado por João Trigueiro da Silva. Não era o órgão oficial da Missão de Fé Apostólica (como era conhecida a Assembléia de Deus em seus primeiros anos), pois atendia também a três outras igrejas da cidade, as quais criam nas mesmas verdades da doutrina do Espírito Santo. Essas igrejas eram pastoreadas por Almeida Sobrinho.

1922: é realizada a primeira Escola Bíblica de Obreiros nas Assembléias de Deus
A primeira Escola Bíblia de Obreiros nas Assembléias de Deus aconteceu em 1922 em Belém do Pará. Durou um mês, de 4 de março a 4 de abril. Participaram 16 obreiros, além do ministrante que foi o missionário sueco Samuel Nyström. Ele havia estudado na Escola Bíblica da Missão Örebro na Suécia em 1914, antes de ser separado evangelista. O tema dos estudos bíblico foi “A obra de Deus”. O modelo de realização de escolas bíblicas para formação bíblica, espiritual e ministerial de obreiros foi inspirado no modelo adotado pentecostais suecos. De 1922 em diante, em todas as partes do Brasil, escolas bíblicas para obreiros passaram a ser realizadas nas Assembléias de Deus, porém, duram apenas uma semana. As mais conhecidas atualmente são as da Assembléia de Deus de Recife, Curitiba e Belenzinho, em São Paulo.

Missionário bebeu limonada envenenada e não morreu
Em Jaci-Paraná, por volta de 1921, um homem turco, cuja esposa se convertera, uma vez tentou atirar no missionário norte-americano Paul John Aenis para matá-lo, e depois lhe deu para beber um copo de limonada com veneno, mas Deus preservou a vida do missionário, pois o homem não sabia que o limão cortara o efeito daquele veneno. Pouco tempo depois, aquele homem converteu-se e pediu para ser batizado nas águas pelo próprio missionário Paul John Aenis que se tornou o fundador das Assembléias de Deus no Estado de Rondônia, e pioneiro pentecostal na região do rio Madeira no Estado do Amazonas e do rio Guaporé, no noroeste do Estado do Mato Grosso, fronteiras entre Brasil e Bolívia.

Pastor Isael de Araujo é responsável pelo Centro de Documentação, Informação e Pesquisa (Cdip) da CPAD e pelo Centro de Estudos do Movimento Pentecostal (CemP).
É autor do Dicionário do Movimento Pentecostal (CPAD).

22 de dez de 2009

O batismo

Há na bíblia dois tipos de batismo, o primeiro é o batismo nas águas onde todos quando se julgam convertidos tem de passar, são imersos na água para purificação de pecados, Jesus também foi batizado nas águas para servir de exemplo para todos, "Então veio Jesus da Galiléia ter com João junto do Jordão, para ser batizado por ele.
Mas João se he opunha, dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim? Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então, ele o permitiu.
"MT 3:13,15
O batismo é um assunto muito importante na bíblia. Muitos textos nos mostram que o batismo está intimamente relacionado com os fundamentos do evangelho. Quando Jesus encarregou os apóstolos de levar a Sua Palavra, ele fez do batismo um elemento central da mensagem que eles deveriam levar ao mundo: "Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as cousas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos as dias até a consumação do século" Mt 28:18-20. Quando Paulo apresentou os sete fundamentos da unidade cristã, o batismo era um deles: "Há somente um corpo e um Espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos" Ef 4:4-6.
Você aqui pode perceber a importância do batismo e a sua ligação com aqueles outros elementos vitais do cristianismo. Infelizmente, poucos entendem o que a Bíblia afirma acerca da relação entre batismo e salvação.
O Batismo nas águas simboliza o pacto entre Jesus e a pessoa que o recebeu Jesus como seu único Salvador. É uma manifestação pública da sua fé em Jesus. É feita diante de Deus, dos anjos e dos homens. O Batismo simboliza a morte do velho «EU», a saída dos caminhos errados, a separação do pecado e das coisas deste mundo. O Batismo nas águas simboliza a ressurreição de uma nova vida com Deus. O Batismo é um funeral do antigo «EU». O descer as águas quer dizer que morremos para nós próprios e para as coisas deste mundo. As águas simbolizam o sangue de Jesus no qual, quando mergulhados ficamos lavados dos nossos pecados. O sair das águas simboliza o ressuscitar, o nascer de novo para uma nova vida com Jesus. Agora vemos o segundo tipo de batismo, o batismo da fé, “Ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida.”
Rm 6:3,4. Quando nos propomos a receber o batismo, também chamado como batismo da salvação, alguns podem nos chamar de fanáticos, loucos, bíblia e outros adjetivos até impróprios, mas com a nossa consciência na aliança com Jesus, sabemos que poderemos vencer estes obstáculos que vão aparecer na nossa frente. “Depois, trazendo-os para fora, disse: Senhores, que devo fazer para que seja salvo? Responderam-lhe: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa. E lhe pregaram a palavra de Deus e a todos os de sua casa. Naquela mesma hora da noite, cuidando deles, lavou-lhes os vergões dos açoites. A seguir, foi ele batizado, e todos os seus.”
At 16:30,33
O batismo com o Espírito Santo é o segundo tipo de batismo, pois, nos leva a ver com nossos olhos espirituais, a face do Senhor Jesus Cristo e nos prepara para resistir ao inimigo, resistir às lutas e nos faz vencedor, “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado" Mc 16:15,16
Os discípulos também praticavam este mandamento de Jesus, "E, ouvindo eles isto, compungiam-se em seu coração, e perguntavam a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos varões irmãos? E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe; a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.” At 2:37,39.

Graça e paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

A prosperidade que vem de Deus

“A fazenda que procede da vaidade diminuirá, mas quem a ajunta pelo trabalho terá aumento” Pv 13.11.
Você pode construir sua casa sobre a areia ou a Rocha (Mt 7:24,27). Para isso, precisará escolher entre agir com vaidade ou permitir a operação de Deus. É importante, porém, tomar cuidado com o custo do erro, pois o Altíssimo aumentará o que Ele ajudou a construir, mas não impedirá o diabo de destruir o que não foi erguido com a ajuda do Pai. A fonte ou origem do seu crescimento é muito importante.
O desejo do Senhor é compartilhar tudo conosco. O Pai sempre quer que seus filhos andem com Ele, assim como fez Enoque, o qual não foi mais achado, pois Deus para Si o tomou (Gn 5:24). Sem dúvida, os que andam com o Altíssimo permitem que sejam tomados por Ele.
Se estivermos no Caminho do Senhor, seguindo lado a lado com Ele e deixando que Sua sabedoria nos dirija nada nos decepcionará. Por outro lado, se não andarmos com Ele nem consultarmos Sua direção, seremos guiados pela vaidade dos nossos sentidos. Porém, quando agimos dessa forma, achando que podemos decidir por nós mesmos, somos comparados pelo Senhor com o homem insensato: aquele que construiu sua casa sobre terreno arenoso e, com as chuvas e fortes correntezas, teve sua moradia desmoronada. A vaidade do nosso sentido é um péssimo terreno para a construção de qualquer edificação; ela não suporta as tempestades desta vida.
Quem é prudente não se apressa. Antes, deposita seus planos no altar divino, sabendo que, no tempo certo, receberá a direção e porá mãos à obra. Depois de ter cavado fundo, lança seu alicerce sobre a Rocha – o Senhor (Sl 31.2,3) – e nada abalará sua construção, nem mesmo o pior temporal.
Essa história de ou pegar ou largar, de agir no impulso, não provém de Deus. Quem age apressadamente ou toma atitudes erradas para amealhar riquezas ou solucionar problemas não obedece ao Senhor e, por isso, peca. Para que os fins sejam abençoados, os meios têm de ser aqueles dados pelo Pai celeste. Há, porém, muitas pessoas dominadas por demônios por não observarem quem as impulsiona. A Palavra declara que, para essas, o salário do pecado é a morte, a natureza de Satanás (Rm 6:23). Por outro lado, os justos, além do sucesso obtido, receberão um bônus dado pelo Senhor.
Onde não há paz, a mão de Deus não está operando. Então, é melhor não possuir riqueza nenhuma – mas ter a presença divina – do que acumular muitos tesouros com a operação do diabo. Afinal, o Senhor não pode guardar um bem que foi adquirido com a ajuda do inimigo.
Só permanecerá a casa que for construída sobre a Rocha. Por isso, preste atenção: não aceite nada que provém do erro, mas aja sabiamente e busque apenas a ajuda do Altíssimo e lembre-se, isto não é receita de bolo, pode acontecer com você ou não, mas o que importa é seguir sempre a Deus, não importando se teremos conquistados bens materiais ou não, vale mais ajuntar tesouros no céu do que na terra, vale mais adorar ao Criador do que se descepcionar por não ter adquirido algo de valor nesta terra.
Graça e Paz em Cristo Jesus
Pr. Jorge Rodrigues

16 de dez de 2009

Ame

lembre-se sempre do amor de Cristo e ame
ame, porque a inteligência sem amor nos faz ser perversos,
ame, porque a justiça sem amor nos torna implacáveis,
ame, porque a diplomacia sem amor nos torna hipócritas,
ame, porque a riqueza sem amor nos faz ser orgulhosos,
ame, porque o êxito sem amor nos faz ser arrogantes,
ame, porque a pobreza sem amor nos faz avarentos,
ame, porque a beleza sem amor nos ser fúteis,
ame, porque a autoridade sem amor nos faz tiranos,
ame, porque a trabalho sem amor nos faz escravos,
ame, porque a simplicidade sem amor nos deixa egoístas,
ame, porque a política sem amor nos torna corruptos,
ame, porque a fé sem amor nos deixa fanáticos,
ame, porque a cruz sem amor se converte em tortura,
ame, porque a vida sem amor.......não tem o menor sentido.

Graça e paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

5 de nov de 2009

Utilizar as armas que Deus nos dá

No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.
Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo;
porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.
Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.
Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça,
e calçados os pés na preparação do evangelho da paz;
tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.
Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus,
orando em todo tempo com toda oração e súplica no Espírito e vigiando nisso com toda perseverança e súplica por todos os santos
e por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra com confiança, para fazer notório o mistério do evangelho,
pelo qual sou embaixador em cadeias; para que possa falar dele livremente, como me convém falar.
Efésios 6:10,20

Amados, nós precisamos de espada do Espírito, nós precisamos do capacete da Salvação, temos que nos cingir da couraça da justiça de Deus, pois a nossa luta não é contra carne e o sangue, mas contra as forças espirituais do mal, devemos lutas com nossas lanças para destruir o inimigo, pois nossa luta é espiritual, o que precisamos saber é quais sãos as armas espirituais que Deus nos dá e como devemos usá-las.
Em I Samuel 17:45, vemos a importância do conhecimento da Palavra, Davi sabia que arma usar, e nós também precisamos saber qual arma usar no dia a dia quando enfrentamos tantas lutas.O Sangue de Jesus é, sobretudo o meio de purificação dos nossos pecados. Ao entrarmos numa batalha, devemos sempre pedir a purificação com o Sangue de Jesus. (Ex 12:23; Ap 12:11)
O nome de Jesus é uma arma poderosíssima para expulsar demônios. (Mc 16:17 e Lc. 17:19 )
A Palavra de Deus foi a arma que Jesus utilizou em seu Ministério terreno. Essa é uma arma que deve ser ativada diariamente com fé, persistência e autoridade. Devemos confessar os versículos de acordo com a natureza do problema. (Mt 4:11; Ap 12:11)
O louvor, outra arma que devemos usar sempre,quando louvamos, estamos ao mesmo tempo atacando e nos defendendo das hostes da maldade. Todo Louvor de Guerra deve estar de acordo com a natureza do problema. (2 Co 20:19-23; Jz 5:1-22 ).
Os anjos nos servem como arma de apoio, pois estão à serviços dos santos. Eles tanto atacam os demônios como nos defendem deles. (Hb. 1:14/Sl. 34:7 e 91:11)
O óleo como arma pode ser usado na libertação quando o diabo oprime a pessoa em partes do seu corpo. Por ser uma arma de defesa, é muito usada nas igrejas. (Mc 6:13 e Is. 10:27 ).
amados, usem essas armas e saíram vitoriosos

Graça e paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

2 de nov de 2009

Vencendo a tempestade

“E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para a outra margem.
E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos.
E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia de água.
E ele estava na popa dormindo sobre uma almofada; e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não te importa que pereçamos?
E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança.
E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé?
E sentiram um grande temor e diziam uns aos outros: Mas quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?” Mc 4:35,41.

Quando você esta em meio à tempestade, Deus esta vendo e se importando com a sua luta, Ele esta querendo te tirar dela e dar-lhe de novo o controle de sua vida. Para que isto aconteça você tem de confiar plenamente nas promessas Dele, eu sei que quando a tempestade vem sobre nós, ficamos meio debilitados sem saber o que fazer sem uma estrutura aos nossos pés, bate aquele medo, um desespero, pois todos os dias eles batem a nossa porta, só não podemos convidá-los para jantar conosco.
No meio da tempestade pensamos que Deus não esta nos vendo, ou como Jesus no trecho que lemos, pode estar dormindo na popa do nosso barco, mas Ele sabe até onde podemos ir, até quando o nosso barco vai sem ir a pique, não devemos ser incrédulos, pois no momento em que você sair da tempestade, a sua vida vai mudar, pois, Deus vai nos livrar da tempestade se apenas confiarmos, não devemos ser incrédulos, pois o homem quando esta com a sua fé abalada ele pensa até que Deus não existe.
Creia nas promessas feitas por Jesus, tenha fé, não seja tímido, só assim poderá ver a graça de Deus atuar na sua vida, este mundo em que vivemos hoje nada tem a nos oferecer, a única coisa que podemos aproveitar aqui é seguir as ordens dadas por Jesus antes de ser elevado aos céus, “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.” Mc 16:15.
Venha agora, junte-se ao povo de Deus e venha conosco, lute contra as forças diabólicas que impera neste mundo e você também será um vencedor, em nome do Senhor Jesus.

Graça e paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

Cuidando da fámilia

Texto:I Timóteo 5:1-8

Deus se preocupa com a família, pois é lá onde tudo começa, é lá onde são lançadas as primeiras sementes de fé e de orientação espiritual. E Deus quer contar conosco para cuidar das famílias, especialmente da nossa própria família, da nossa casa.
Podemos cuidar da nossa família de várias formas. Vejamos aqui algumas das maneiras que temos para cuidar da nossa família.

I – EXERCENDO A PIEDADE – I Tim 5:4

Piedade significa ter compaixão pelo sofrimento alheio, praticar a misericórdia, a beneficência, ajudar aos necessitados, ser benevolente, ser bondoso. A primeira fonte de recursos de um necessitado deve ser a sua própria família. Mas nem sempre é isso o que acontece, pelo contrário, temos ouvido casos em que os necessitados são socorridos pelos de fora, por aqueles que não são da família. Não foi assim que Deus determinou que a família vivesse. A família deve ser a primeira a exercer a piedade, a beneficência em favor dos seus membros.
Deus exerceu a piedade quando ofereceu o seu Filho Jesus em favor das famílias, inclusive por aquelas famílias difíceis, complicadas e problemáticas. Você precisa da piedade de Deus na sua vida? Então convide Jesus para entrar na sua vida e na sua família!

II- RECOMPENSANDO OS PAIS – I Tim 5:4

Recompensar, honrar, amar, respeitar os nossos progenitores ( pais, avós, bisavós etc.) é agradável e aceitável diante de Deus (I Tm 5:4). A palavra “recompensar” no texto original grego, significa “dar lucro”. Portanto, um filho deve “dar lucro” aos seus progenitores, mas nem sempre é isso o que acontece. Muitos são os filhos que mesmo depois de crescidos “dão prejuízo” aos seus progenitores, sendo motivo de tristeza, sofrimento e vergonha para seus pais. Que filho você tem sido?
Na Parábola do Filho Pródigo (Lc 15:11-32), vemos que o pródigo deu muito trabalho e preocupação ao seu pai, mas depois voltou arrependido. Você está precisando mudar o seu relacionamento com seus pais? Você está precisando voltar para Deus, nosso Pai? Então faça isso agora!

III- COMPARTILHANDO A FÉ – I Tm 5:8

Não podemos negar a nossa fé para quem quer que seja principalmente para a nossa família. Devemos compartilhar a nossa fé em Cristo Jesus dentro da nossa casa, entre os nossos familiares, mesmo os mais distantes. E essa nossa fé deve vir acompanhada das boas obras, pois a fé sem obras é morta (Tg 2:14-17). Portanto, precisamos cuidar da nossa família, especialmente da nossa própria casa. Você tem cuidado das necessidades da sua família? Você tem compartilhado a sua fé em Cristo buscando a salvação da sua família? Quando Jesus entrou em nosso coração, Ele já planejava salvar toda a nossa família (Atos 16:31).
Você deseja ver a sua família transformada e salva por Jesus? Então, deixe Jesus começar por você, receba-O como seu Senhor e Salvador e Ele alcançará toda a sua família!

CONCLUSÃO:

O apóstolo Paulo disse que aquele que não cuida da sua família, tem negado a fé e é pior do que um incrédulo I Tm 5:8
Compartilhar da nossa fé em Cristo é também cuidar da nossa família. Portanto, agora compartilhamos da nossa fé em Cristo com você e o convidamos para ser também um discípulo de Jesus. Você aceita esse convite? Você deseja tornar-se um servidor de Jesus?
Fale com Ele agora, e só esta esperando você falar para te da a salvação

21 de out de 2009

Coisas do Alto

“Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Mt 6:33. Muitas pessoas que estão dentro das igrejas hoje, só vivem pensando em coisas materiais, nunca ou quase nunca pensam nas coisas espirituais. O amor as coisas do mundo acaba atrapalhando a vida espiritual destas pessoas que por não terem compromisso com as coisas do alto acabam conquistando alguma coisa material e logo se afastam da igreja, por elas não amam ao Pai e sim as coisas que há no mundo, “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não esta nele.” 1 Jo 2.15, pois, quando se ama o mundo e as coisas que nele há, lhes é roubada a oportunidade de se prepararem para o encontro com Jesus e de combaterem as forças do mal que certamente virão sobre estas pessoas. Por isso, a nossa conduta precisa ser de servir a Cristo, devemos manter nossa conciência treinada para meditar naquilo que é concernente a Deus, pois quem o faz descobre segredos que irão torná-lo vitorioso, não nas coisa desta terra, mas nas coisas do alto. Se deixarmos nossa mente absorver as coisas deste mundo, seremos impedidos de crescer na graça e no conhecimento de Cristo Jesus. Quando agimos dessa forma nunca deixaremos nosso espírto se alimentar das coisas de Deus, seremos sempre carnais. Mas quando decidimos nos alimentar da Palavra do Senhor, seremos elevados a condição de filho, e como tal estaremos sempre protegidos pelo manto de Cristo e nos manteremos firmes e poderosos na Palavra e em ações de fé. Amar o mundo e o que nele existe nos rouba a capacidade de enfrentarmos as tentações e vencê-las, pois, quando o amor ao mundo e às coisas mundanas imperam em nossas vidas, ele nos mantém presos à carne e as suas concupiscências das paixões. Não estou dizendo aqui que não devemos buscar uma melhora em nossas vidas neste mundo, o que não podemos, é desejar os bens que existem na terra e esquecer do sacrifício feito por Jesus na cruz. Quando vivemos pensando nas coisas do alto, mesmo que tenhamos necessidade de possuir algum bem, devemos orar e pedir ao Pai em Nome de Jesus, que ele no momento dEle, nos concederá o que for bom para nós. Por outro lado, aquele que se dedicar a pensar nas coisas do mundo, desejá-las e lutar por elas descobrirá que, sem Cristo, pode até obtê-las, mas não será feliz, pois, o mal sempre estará cobrando a fatura. O segredo da vitória é treinarmos nossas mentes a pensar naquilo que vem de Deus. Com isso, Ele nos fortalecerá e teremos habilidades e capacidade que nos farão possuir o melhor desta terra. Para aqueles que agradarem a Deus, até os desejos do seu coração serão atendidos (Sl 37.4).

Graça e paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

10 de out de 2009

Os atributos de Deus

Não te desamparem a benignidade e a fidelidade; ata-as ao teu pescoço; escreve-as na tábua do teu coração e acharás graça e bom entendimento aos olhos de Deus e dos homens. Pv 3:3,4
Quando pensamos como Deus é e o que pode fazer em nossas vidas, pensamos logo em seus atributos. A Bíblia não procura comprovar a Sua existência. Em vez disso, ela apresenta numerosos atributos seus. Muitos desses atributos são exclusivos dEle; outros existem em parte no ser humano, pelo fato de termos sido criado à imagem e semelhança de Deus.

Atributos exclusivos de Deus
Onipresente – Ele está em todos os lugares ao mesmo tempo. Não importa para onde formos, Deus sempre estará ali. Deus vê tudo quanto fazemos, seja você justo ou ímpio.

Onisciente – Ele sabe de todas as coisas, Ele conhece todos os nossos procedimentos e os nossos pensamentos, Ele conhece com precisão todas as coisas e sabe de todos os acontecimentos da nossa vida, seja do passado, presente ou futuro.

Onipotente – Ele é o Deus Todo-Poderoso e detém toda autoridade sobre todas as coisas e criaturas. Deus com seu poder pode se quiser, exterminar totalmente o pecado do mundo, mas optou por nos dar o livre arbítrio, nós fazemos nossas escolhas.

Transcendente – Ele esta fora do alcance da nossa ação ou do nosso conhecimento
Ele não tem começo, meio ou fim, Seu ser e sua existência são maiores e muito mais elevados do que a própria ordem por criada Ele. Ele subsiste de modo absolutamente perfeito e puro muito além daquilo que Ele criou. Ele mesmo é incriado e existe à parte da criação. A transcendência de Deus não significa que Ele não possa estar entre o seu povo como seu Deus.

Eterno – Ele é a própria eternidade, sem começo nem fim, e está continuamente junto de nós. Nunca houve nem haverá tempo para Deus, não existe passado ou futuro que Deus não tenha existido ou que não existirá; Ele não está limitado ao tempo humano, é portanto melhor descrito como “EU SOU’ ou YHVH (IAVÉ). Ele é inalterável neste seu atributo, na sua perfeição e no seu propósito de salvação para a raça humana. Isso não significa, porém que Deus nunca altere seus propósitos temporários ante o proceder humano. Ele pode, por exemplo, alterar suas decisões de castigo por causa do arrependimento sincero dos pecadores. Além disso, Ele é livre para atender as necessidades do ser humano e às orações do seu povo.

Trindade – Deus é trino, são três “pessoas” independentes com ideais comuns em uma só. As escrituras definem claramente a pessoa do Pai, do Filho e Espírito Santo; e também a obra de cada um no tocante a humanidade. Jesus faz referência ao Pai e o Espírito Santo por diversas vezes. Deus é perfeito e santo – Ele é absolutamente perfeito e justo. Adão e Eva foram criados sem pecado.

Imutabilidade – Ele é inalterável neste seu atributo, na sua perfeição e no seu propósito de salvação para a raça humana. Isso não significa, porém que Deus nunca altere seus propósitos temporários ante o proceder humano. Ele pode, por exemplo, alterar suas decisões de castigo por causa do arrependimento sincero dos pecadores. Além disso, Ele é livre para atender as necessidades do ser humano e às orações do seu povo.

Benignidade – Quem é benigno se compraz em fazer o bem, é benevolente, afetuoso, bondoso, complacente, agradável, favorável, propício, suave, não é perigoso nem apresenta caráter grave. Essas são qualidades do nosso Pai, as quais O fizeram olhar para você e amá-lo. Nunca entre em pecado, mas, se algum dia, cair, lembre-se do que Ele é e arrependa-se. Em seguida, tenha certeza de que foi aceito de novo na comunhão com Deus.

Fidelidade – O Altíssimo é fiel. Ele cumpre o que prometeu, honra todas as Suas promessas, é leal e verdadeiro. A fidelidade é mais um dos maravilhosos atributos do querido Pai; por isso, jamais se esqueça dela. O Pai celeste garante que, ainda que algum de Seus filhos seja infiel, Ele permanece fiel, pois, não pode negar-Se a Si mesmo.

Lembre-se sempre disso e nunca permita que essas qualidades de Deus se afastem de você, pois, caso contrário, o diabo poderá enganá-lo e fazer com que, esquecendo-se delas, você venha cair nas armadilhas malignas. Agindo assim, você achará graça e entendimento diante de Deus, e não haverá portas fechadas para você, pois quem deixaria de atender a um pedido dEle?

Graça e paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

30 de set de 2009

Geração de decepcionados

Ao decepcionar-se numa igreja, o crente vai à busca de outra. Nas grandes cidades, há um contingente significativo de evangélicos que circulam, constantemente, de igreja em igreja, constituindo o fenômeno que os sociólogos chamam de "trânsito religioso".
Esta tese está descrita em trabalho de doutorado em teologia. A tese foi transformada em livro e deverá ser lançado entre abril e maio sob o título:
Decepcionados com a graça, Esperanças e frustrações no Brasil neopentecostal, de Paulo Romero
pela Editora Mundo Cristão.
O "nômade da fé", descreveu Romeiro na entrevista, busca respostas imediatas aos problemas, "uma vez que vivemos na era da velocidade. Se as respostas não chegam rápido, o sujeito procura uma nova igreja".
E o que essas pessoas que são atraídas às igrejas neopentecostais buscam? Que fiquem ricas, sejam curadas de todo tipo de doença e que todos os seus problemas sejam resolvidos, desde a falta de dinheiro até a falta de emprego. Essas são promessas da teologia da prosperidade, que propõe banir a pobreza, a doença.
O problema não está na prosperidade, mas na teologia ensinada. Para a teologia da prosperidade, o crente "deve morar em mansão, ter carrões, muito dinheiro e nunca ficar doente. Quando isso não acontece, é porque ele está sem fé, em pecado ou debaixo do poder de Satanás", explicou o pastor da Igreja da Trindade.
Romeiro mudou a lógica no argumento: "Ora, se formos avaliar a vida espiritual de uma pessoa pela casa onde mora ou pelo saldo bancário, temos que concluir que muitos jogadores de futebol e artistas têm uma comunhão com Deus fora do comum. E isso não é verdade".
Hoje em dia, analisou o pastor, as pessoas na igreja funcionam na base da emoção, e não pela reflexão. A teologia da prosperidade e todo esse clima de emoção têm forte apoio na mídia, um instrumento que as igrejas neopentecostais sabem trabalhar muito bem.
“Creio que o fator principal que garante a sobrevivência do movimento neopentecostal é o seu investimento pesado na mídia e o seu sucesso em colocar a igreja no mercado e as políticas do mercado na igreja”, avaliou Romeiro na entrevista à Eclésia.
Isso ainda vai durar algum tempo, representando crescimento dos principais grupos neopentecostais no Brasil. Mas não têm mais o mesmo ímpeto que tinha no passado.
Romeiro entende que, "na medida em que os adeptos vão se decepcionando com a mensagem e a falta de ética de alguns segmentos neopentecostais, creio que haverá uma volta à Bíblia por parte de muitos. Por isso, as igrejas cristãs devem estar preparadas para receber e ajudar tais pessoas", recomendou.
Na entrevista, Romeiro também questionou o fato de mais e mais pessoas se converterem e a situação da nação brasileira ficar cada vez pior, basta analisar os casos de violência, o tráfico de drogas, que estão "fora do controle das autoridades". Que Evangelho é esse que não afeta a sociedade para melhor nem transforma pecadores em santos? - pergunta.
O neopentecostalismo, definiu, é "vigoroso na sua ação evangelizadora, na capacidade de agrupar pessoas, mas frágil na sua ação disciplinadora".

Editora Mundo Cristão

7 de set de 2009

As metas provam o lider

TEXTO: Lucas 10:17- 20
VERDADE CENTRAL: As metas nos fazem viver, nos desafiam, nos consolidam.
INTRODUÇÃO: Duas palavras que ouvimos muito são: metas e alvos. Ficar ouvindo alguém nos pedir as metas não é nada confortável para nós, pois elas nos assustam. Mas, ninguém pode dizer que por causa da Visão Celular ficou mais pobre ou não consegue realizar os seus sonhos. Pelo contrário, havia os que nem sonhavam! A Visão despertou o sonho de ganhar vidas, de nos encontrarmos, e de termos um ministério com metas específicas que tragam resultados. O nosso medo das metas vem das referências negativas. Há pessoas que se sentem incomodadas quando começam a ser cobradas, pois apresentam deficiência nas relações com os pais e com patrões, e por esta razão, apresentam dificuldades em lidar com as metas dentro da Visão. O que faz alguém rejeitar as metas são os traumas que tem na alma. O líder precisa ser treinado na obediência para cumprir as metas e superar os traumas. O que fazer para que o discípulo cumpra as metas?
1. Ministre amor e segurança e lhe dê metas de trabalho.
TEXTO: João 21: 16 “... Simão, filho de João, ama-me? Respondeu-lhe: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Pastoreia as minhas ovelhas.”
Todo aquele que é amado e está seguro de que seu líder o respeita e o ama cumprirá metas propostas. Mas, quando ele se sente inseguro e a reunião se torna apenas de metas e cobranças, ele não responderá. Ame o discípulo provando que eles são importantes para você. Eles são importantes não porque lhe dão números, mas porque são vidas que valem mais que todo o universo.

2. Tenha um coração simples e mostre simplicidade aos seus discípulos.
TEXTO: Mateus 11: 29 “... aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração...”
Simplicidade é ter um coração acessível e facilitar os caminhos para que os discípulos cheguem a você. Quando isso acontecer, seus discípulos vão lhe amar e se sentir amados. Então, não ficaremos nessa correria louca e obstinada de caça aos 12 e 144. A Visão não trabalha com números, trabalha com vidas.

3. Não trabalhe para somar números.
TEXTO: Lucas 15:7 “... haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende...”
Lembre-se que o resultado que está atrás de você tem carne, pele, osso, cheiro, emoções, nome e precisa ser respeitado. Tenha no coração o mesmo sentimento do coração de Jesus que mesmo sendo seguido por grandes multidões sempre sabia reconhecer o valor específico de cada indivíduo.
4. Lembre que os 12 não são fechamento de grupo, eles são governo.
TEXTO: Lucas 6:13 “...e escolheu doze dentre eles, aos quais deu também o nome de apóstolos...”
Um governo se relaciona. Tem que ser no mínimo diplomático, senão, não conquista. Precisamos ter a diplomacia do Reino para podermos entregar as metas e os nossos discípulos as cumprirem com alegria.

CONCLUSÃO: As metas não existem para nos assustar, e, sim, nos desafiar. Precisamos delas, pois desatam a nossa liderança e nos levam a descobrir a capacidade que temos, e você tem um grande potencial!

Pr. Jorge Rodrigues

1 de set de 2009

segredo da vitória

“E tudo quanto pedires em meu nome eu o farei, par que o Pai seja glorificado no Filho.”
“Se pedires alguma coisa em nome eu o farei.”
“Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.” Jo 14:13,15.
Quando nós aprendemos a guardar os mandamentos divinos, nos tornamos bem-sucedidos em todos os sentidos, não estou aqui falando sobre a teologia da prosperidade que esta sendo pregada hoje nas igrejas, porque estão pegando estes versículos separadamente e fazem deles uma mina, não de ouro, mas de dízimos e ofertas, aqui Jesus nos ensina a pedir e clamar ao Pai a graça que Ele dá generosamente, essa é a única maneira de provar que amamos a Deus. O crente religioso, por viver e fazer tudo segundo os pregadores desta teologia acaba não recebendo nada de Deus e se torna mais um desviado a não querer saber mais de Jesus, acaba perdendo sua salvação pela ganância dos homens que fazem de tudo nas igrejas, dão fitinhas com nome de Jesus, estrela de Davi, arca da aliança, água e pão, diplomas, e muitas outras coisas que se eu ficar anotando, escreverei paginas e paginas e não conseguirei falar de tudo que dá nas igrejas e acabam isto se tornando macumba evangélica, tudo isto para que a oferta seja alta e ele tenha agrado diante do seu líder.
Se apenas seguirmos os mandamentos descritos por Jesus na bíblia, nos tornaremos salvos e é isto que importa, a nossa salvação, pois, que adianta eu ganhar o mundo inteiro e perder a minha alma. Se seguir os mandamentos, verdadeiramente o Senhor nos abençoará e, desse modo, seremos um vencedor, pois amar a Deus é o segredo de obter respostas a todas as nossas orações.
Neste versículo, Jesus resumiu o que é necessário para amá-lO. Quem não guarda Seus mandamentos não O ama, não precisa fazer sacrifícios ou se auto-flagelar na esperança de que isso agrade ao Pai e, então, Ele lhes conceda aquilo de que precise, mas isso é simplesmente inútil. Estas igrejas até pode aceitar essas coisas como prova de amor a Deus, mas, na verdade, isso é tentar fazer enxugar gelo.
A nossa missão principal neste mundo é guardar as boas novas de Cristo, o que significa amar o Senhor.
Se puder dar-lhe um conselho, que seja este: guarde todos os mandamentos, os quais não são pesados nem difíceis de serem observados. Esse é o segredo da vitória!

A paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

24 de ago de 2009

A oração do Senhor no Getsêmani

Jesus foi um homem de oração e freqüentemente fazia súplicas ao Pai em favor de outros (como acontece hoje em Espírito). No jardim, poucas horas antes de sua morte, Ele orava por si mesmo, mostrando-nos que é certo descarregarmos nossas inquietações e ansiedades sobre o carinhoso Pai Celestial. Nosso Senhor, além de ser divino era um ser humano. Nossas mentes frágeis não podem compreender como pode existir tal ser, nem como esta dupla natureza se encaixou em sua vida. Simplesmente cremos que é assim. Uma das evidências que Jesus foi realmente humano foi aquele choro angustiado na tranqüila noite no Getsêmani: “Pai, se queres, passa de mim este cálice” Lc 22-42a. Quando ele enfrentava a horrível perspectiva da crucificação, ele chorou profundamente e orou fervorosamente para que não precisasse beber o cálice amargo do sofrimento. Sua humanidade, naquela cena, deve ficar impressa em nossos corações.
Quando ele continua a orar, ele reconhece que todas as coisas são possíveis para o Pai, entretanto sua atitude é: “Contudo não se faça a minha vontade, e sim a tua.” Lc 22-42b. Ele reconhece que na boa providência de Deus não pode haver modo de escapar da crucificação, entretanto, em sua humanidade, ele anseia pela possibilidade remota. Ele repete a oração três vezes e não é vã repetição. Seu coração está profundamente perturbado, e seu pedido enche o silêncio da noite.
Como Deus respondeu à oração? Como não houve afirmação definitiva, sabemos qual foi a resposta de Deus. Sua resposta foi: "Não, Filho, Você não pode escapar do que foi planejado, tem que beber o cálice até a ultima gota." É possível que a resposta tenha vindo quando “lhe apareceu um anjo do céu que o confortava” Lc 22-43. Embora Deus amasse seu Filho, ele não o pouparia deste grande trauma. O plano da eternidade para a redenção do homem estava em jogo e não poderia haver nenhum ponto de retorno agora. Pelo bem-estar de suas criaturas, Deus lhe disse não, devemos ser-lhe gratos. Porque Deus disse não e porque Jesus aceitou esta resposta, temos o perdão de nossos pecados e a esperança de vida eterna. Terá Deus jamais respondido negativamente a uma oração que tivesse um impacto maior sobre nós? Ao dizer não ao seu Filho, ele estava dizendo sim a nós!
Jesus reconheceu o que precisávamos vir, a saber: Deus, o Pai, sabe o que é melhor. Toda a nossa existência é depende de Deus, ele é nosso Redentor e temos que confiar que Ele agirá em nosso melhor interesse. “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” Rm 8-32. As “todas as coisas” a que a passagem se refere são bênçãos espirituais e os privilégios que Ele nos pela sua Graça. Deus deixou seu Filho morrer, esperou e viu acontecer, para que você pudesse ir ter com Ele. Isto mostra que Deus quer a nossa salvação. Isso também nos faz lembrar que, algumas vezes, Deus pode nos dizer não. Há provações e aflições que eu preferiria não ter experimentado. Pedi ao Pai para afastá-las, mas algumas vezes ele me disse não. Esta foi à resposta ao pedido de Paulo para a remoção do espinho de sua carne 2 Co 12:9.
Deus disse não a tanto a Jesus como a Paulo. Um anjo veio para confortar Jesus, e Paulo ouviu de certo modo estas palavras confortantes: “A minha graça te basta” 2 co 12-9a. Como um anjo confortador, estas preciosas palavras nos ajudam a aceitar o não de Deus com dignidade e coragem. O que posso fazer senão ir avante quando Deus, em sua infinita sabedoria, dá uma resposta negativa a minhas ardentes orações?
Foi isto que Jesus fez. Ele se levantou de sua posição de oração, estendeu suas mãos para serem atadas e pregadas, e completou a tarefa que seu Pai lhe havia dado para fazer. Obrigado, Jesus, por nos mostrar como aceitar o não de Deus com dignidade e graça.
(Gary Ogden)

Paz em Cristo Jesus

10 de ago de 2009

Agradar a Deus

“Em Gibeão, apareceu o SENHOR a Salomão, de noite, em sonhos. Disse-lhe Deus: Pede-me o que queres que eu te dê.” 1 Rs 3-5.
Quando nos apresentamos diante de Nosso Pai com nossas vestes sujas o diabo sempre estará ao nosso lado para nos acusar (Zc 3-2), mas quando oramos a Deus em nome do Senhor Jesus, quando estivermos com o coração limpo, livre de toda mágoa, podemos estar até oprimido devido aos problemas enfrentados no dia-a-dia, mas com nossas vestes limpas diante do Pai, vamos também ouvir de Deus esta frase que ouviu o rei Salomão. Mas para que isto aconteça, devemos lavar nossas vestes no sangue do cordeiro (Ap 7-14), devemos nos revestir de toda armadura de Deus (Ef 6-13) para que quando nos apresentemos a Deus em oração possamos sentir que estamos sendo atendidos. Ninguém consegui nada de Deus se apresentando a Ele sem a marca da promessa que nos deu Jesus Cristo na Cruz do Calvário, Ele fez tudo isto para que nos lavássemos e nos purificássemos de todas as imundícias deste mundo que jaz no maligno.
Amados irmãos, nossa vida vale muito para Deus, se não valesse nada, Ele não teria feito todo o sacrifício que fez para nos salvar, Ele não teria exposto seu Filho a humilhação se não nos amasse. Devemos hoje nos render a Cristo, nos entregarmos de todo o nosso coração e entendimento, para que estando com Ele, recebamos o que nos prometeu.
Deus é onipotente (Ele tem todo o poder) e pode mudar a nossa vida,
Deus é Onisciente (Ele conhece tudo), conhece de nós até o que não conhecemos,
Deus é onipresente (Ele esta em todo lugar) por isso ai mesmo onde você se encontra Ele olha por você.
Não foi Israel quem decidiu ser o povo do Senhor. Também não fomos nós que resolvemos ser chamados por Deus, mas Ele assim nos fez, Ele nos escolheu. Nós temos um lugar especial no coração do Altíssimo. Assim como o Senhor possuía planos para a nação de Israel, Ele também os tem para nós. Por isso, se deixarmos a nossa vaidade falar mais alto, nunca vamos nos achegar a Deus, nunca teremos nossas vestes lavadas no sangue, nunca poderemos dizer que somos de uma família divina e é a maior estupidez que alguém pode cometer é rejeitar algo de Deus, pois, tudo que nos dá, vem da Sua graça, nós só devemos ter a humildade de dizer, não com os lábios, mas com o coração, que Ele é o nosso verdadeiro Deus, que a nossa fé esta somente Nele. Fomos eleitos em Jesus e, para todo o sempre, poderemos estar com Ele. Cristo é o Cabeça da Sua Igreja, e nós somos os membros desse abençoado Corpo (Colossenses 1.18). Nas Escrituras, o Senhor foi claro o bastante para falar o que fará com aqueles que Lhe pertencem.
Nunca pense que suas suplicas não estão sendo atendidas por Deus, pois o nosso tempo é diferente do tempo Dele, nós não sabemos que hora devemos receber algo de Deus, por isto sempre queremos na mesma hora, sempre queremos nossas orações respondidas antes mesmo de acabá-la.
“Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento.” 2 Pe 3-9.
Irmãos deixemos Deus fazer a obra em nossas vidas e com certeza seremos mais felizes.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

4 de ago de 2009

Somos vasos nas mãos de Deus

“Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para de a mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra?E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para perdição, para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou,” Rm 9:21,23.
Muitas vezes você tem orado, derramado seu coração com clamor e súplicas e parece que sua vitória nunca vem, está sempre tão longe! Como vaso, somos levados a casa do oleiro e ai somos quebrados e estilhaçados para ser feito um vaso novo, e isso é muito doloroso. Mas, fique alegre porque é melhor ser quebrado, amassado, estilhaçado e ser feito de novo, do que ser um vaso rejeitado por Deus. Mas Deus tem uma promessa para nós: "As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam." 1 Co 2:9.
É nos dito que sob a eleição de Deus, nós fomos chamados e feitos vasos de misericórdia para Sua honra e glória. Vasos precisam de conteúdo, precisam ser preenchidos pela graça e pelo Espírito, embora Ele nos diz que somos vasos, não nos é dada a maneira para sermos cheios, nós que precisamos buscar a água da vida, o manancial das águas para ser cheios das coisas de Deus, ser cheios do Espírito Santo, para verdadeiramente ter nossas vidas completas pela presença do Pai. É maravilhoso sermos vaso de misericórdia para honra e glória, mas é triste estarmos vazios e acabar virando vaso de desonra. Ora, a maneira para sermos cheios da Sua Presença podemos ver: “a saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não será confundido.” Rm 10:9,11 .
Todo vaso tem uma boca, uma abertura. Somos vasos, como tais temos uma boca: podemos invocar o nome do Senhor e crer Nele com o coração e confessarmos que Jesus Cristo é o Senhor.'' Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito; abre bem a tua boca, e ta encherei.". Sl 81:10. Então como vasos de Deus, podemos abrir a nossa boca e sermos enchidos com as suas riquezas.
Azeite = unção;
Água =Palavra revelada;
Vinho = Alegria do Espírito Santo.
Se você quer desfrutar das riquezas de Cristo, abra a sua boca, invoque-O de todo o seu coração, declare de todo o seu interior e de toda a sua alma que só Ele é o autor e consumador da sua fé, ai você verá que a sua vida será repleta de bênçãos de graça que só na pessoa do Senhor Jesus poderemos alcançar.Graça e paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

20 de jun de 2009

Devemos intercessão por todos

Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens. 1 Tm 2:1
O apóstolo Paulo neste versículo nos exorta a fazer intercessões por todos os homens (homens, mulheres e crianças), isto para o servo de Cristo não precisaria nem estar escrito, pois, se também esta escrito nos mandamentos, que devemos amar nosso próximo como a nós mesmos, este versículo seria desnecessário se não fosse para nos alertar que Deus se agrada das orações entre os homens, que quer que sua vontade seja manifestada nas nossas vidas, mas você sabe qual é a principal vontade de Deus em nossas vidas?
Leiamos João 6:39, E a vontade do Pai, que me enviou, é esta: que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último Dia.
Então devemos entender que a partir do momento que estamos com nosso coração limpo, nossas vestes alvas como a neve, estejamos enfim, aptos a receber do Nosso Senhor Jesus Cristo o selo da salvação, que no dia em que Ele for abrir o livro da vida, pois, Ele é o único com autoridade para tal, nosso nome esteja lá escrito, não tenha sido retirado por um pecado, por erro ou mesmo virarmos de costa para as coisas do alto. Devemos cuidar de nossa alma, não importa os problemas que enfrentamos no nosso dia-a-dia, nenhum problema ou preocupação devem nos tirar do foco. Devemos então orar todos os momentos, para que nossas orações por nós e pelo nosso próximo, sejam agradáveis diante dos olhos do Pai e tenhamos plena confiança que seremos ressuscitados no último dia para gozarmos da glória e graça do nosso Pai Eterno.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

15 de jun de 2009

A conciência

A consciência revela o que cada homem acredita que deve ser (Atos 23:1,24; 24:16; 26:9,11). É indicativo de seu sentimento interno sobre o moral correto, do ideal nobre pelo qual sente que deve lutar. É o seu estímulo em direção à sua concepção de alturas morais, e seus freios contra fazer o que acredita ser errado. A consciência não é o padrão final da verdade, porque isso deve vir de Deus através da revelação; mas a consciência para Deus diz a atitude do indivíduo em relação a Deus. É por isso que o homem tem que fazer o que ele verdadeiramente acredita que Deus quer que ele faça (Romanos 14).Enquanto alguém tenta fazer o que acredita que Deus quer que faça, ele pode ter um conceito errôneo do que Deus deseja (que era o caso de Saulo, ao perseguir os cristãos), ou ele pode, por causa da fraqueza da carne, agir de modo contrário às suas intenções boas (Romanos 7:22 em diante). Neste caso, ele fica infeliz por causa de sua consciência – humilhado diante de Deus, e reconhecedor da sua necessidade do perdão em Cristo. Somos todos criaturas imperfeitas, e devemos, às vezes, sentir esta aflição.Mas e aqueles que participam, aceitam e apóiam aquilo que é contrário à palavra de Deus ou que não tem nenhuma autorização divina? Podem não saber que é errado e podem estar agindo com boa consciência diante de Deus. Neste caso, informações adicionais sobre a palavra de Deus seriam bem aceitas. Porque querem verdadeiramente fazer sua vontade, abrirão suas bíblias com alegria, investigarão e mudarão sua conduta para encaixar-se na evidência. Desta maneira eles mantêm uma boa consciência diante de Deus (1 Pedro 3:21).Entretanto, infelizmente, nós devemos reconhecer que há aqueles que não têm tal caráter nobre (Atos 17:11). Ficam irritados se sua prática for questionada. Amam o elogio dos homens mais do que o elogio de Deus (João 12:42-43). Se sua consciência para Deus continuar a funcionar, conduzem a uma vida infeliz, lutando com si, oprimidos com os sentimentos de culpa. Indesejável – sim, mas ainda há esperança enquanto a batalha acontece. Como é terrivelmente triste ver alguém cuja consciência está cauterizada (1 Timóteo 4:2), e que pode rejeitar Deus sem receio algum, mas a partir do momento que nós utilizarmos nossa consciência para as coisas do alto, as coisas que o Senhor Jesus nos instruiu a pensar, fazer e falar vamos nos aproximar D’ele e poderemos até passar por dificuldades nesta terra, mas teremos no céu nosso galardão nos esperando, teremos uma recepção como esta descrito em Mateus 25:21 Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.

Graça e Paz em Cristo Jesus
Pr. Jorge Rodrigues

8 de jun de 2009

O despertar da fé

Eu te porei contra este povo como forte muro de bronze; eles pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque eu sou contigo para te salvar, para te livrar deles, diz o SENHOR; Jr 15:20.
Você já pensou no que Deus fez na sua vida até hoje? Se Ele não tivesse olhado por ti, talvez não estivesse aqui.
Temos de despertar para as coisas do alto, se deixarmos nossa mente se inchar com as coisas deste mundo, seremos impedidos em nosso ser de crescer na graça e no conhecimento de Cristo Jesus. Quem agir dessa forma nunca deixará de ser carnal. Já aquele que se dedica a ter em seu pensamento os assuntos divinos torna-se alguém poderoso na Palavra e em ações.
O mundo está caminhando para isto, quando o filho da perdição, o homem da iniquidade, aparecerá com solução para tudo. As pessoas irão aplaudi-lo e, ao mesmo tempo, afastar-se-ão de Deus. No entanto, o futuro desse imundo será triste, pois, ainda que solucione os problemas desse mundo, não conseguirá evitar o sopro da boca do Mestre.
Temos de voltar às primeiras obras, despertar a nossa fé, ter comunhão com Deus para que possamos ter mais de Deus, pois quanto mais nos aproximamos de D’ele, mais Ele se aproxima de nós.
Não é bom ir a Deus pedindo julgamentos, com base nos próprios sentimentos ou nos conselhos de outros. O nosso Pai não Se deixa levar pelas aparências, mas julga com equidade. Após tomar conhecimento do que o Senhor decidiu, acate com respeito e segurança. As resoluções divinas sempre prevalecerão.
Que o seu procedimento seja exemplar e as suas mãos sempre estejam limpas e preparadas para toda boa obra! Com a certeza de que você está andando na presença divina e de que está em Cristo, achegue-se a Ele em oração e peça-Lhe que julgue a sua causa. Seja o ataque infernal qual for, ele não resistirá a quem tem o Senhor como Juiz. Deus nunca falha!

Graça e Paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

8 de mar de 2009

Fé a arma do cristão

“De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.” HB 11-6.
Jesus, após Sua ressurreição, aproximou-se dos discípulos que se encontravam pescando no mar da Galiléia, e pediu alguma coisa para comer. Não tendo, disse a eles que lançassem a rede à direita do barco, e assim fizeram. A pesca foi tão maravilhosa que quase nem puderam puxar a rede, devido à grande quantidade de peixes. A fé dos discípulos naquele momento foi decisiva para que o milagre acontecesse. Se tivessem ficado acomodados, nada teria acontecido. Estamos numa época em que muitas pessoas dizem que não aconteceu nenhuma transformação em suas vidas. Por isso, certamente, perguntam-se diariamente por que as suas vidas não têm mudado o porquê, a cada ano que passa nada muda. Entramos em um novo ano e muitas pessoas estão se perguntando, o que será que vai acontecer neste ano? Por que minha vida não muda? Por que não acontece o milagre que Jesus prometeu em minha vida? A resposta para isso é que esta pessoa não esta vivendo a Fé, mas esta vivendo segundo as coisas deste mundo. Muitos têm se acomodado nas suas vidas diárias, acreditando estar vivendo na presença de Deus. Entretanto, o que lhes falta é nascer de novo, é nascer do Espírito Santo. O comodismo faz com que essas pessoas sejam impedidas de receber o Espírito Santo e por conseqüência as Suas bênçãos, porque não abrem seus corações. Só se pode receber alguma coisa de Deus com o coração aberto e esperançoso, quando você esta ligado em Deus, não apenas para receber algo, mas somente para poder adorá-Lo. Muitas pessoas que se encontram acomodadas, não se preocupam com essa situação. Acreditam que pelos seus méritos e orações conseguirão algo de Deus. As coisas de Deus vêm pela fé, e só é possível recebê-las através do novo nascimento,
“A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” Jo 3-3.
Isso não acontece simplesmente por mérito pessoal. Se alguém deseja grandes coisas, deve possuir fé na mesma proporção. É por ela que vêm as bênçãos. Mas para isso se torna necessário nascer de novo, pois assim alcançará as promessas contidas nas Escrituras Sagradas. Aqueles que continuam vivendo segundo suas próprias vidas não alcançarão os favores de Deus, ainda que tentem. Paulo, escrevendo aos romanos, deixou claro que “o justo viveria pela fé”. Se alguém não vive conforme os padrões bíblicos, é porque ainda não nasceu do Espírito Santo, continua a viver na carne, e vivendo dessa maneira, não alcançará as bênçãos de Deus.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Pr. Jorge Rodrigues

7 de mar de 2009

Sou cristão de verdade?

Dia de Santa Ceia, o pastor sobe no altar e prega na hora de servir 1Co 11 a partir do versículo 20, quando chega ao versículo 28: “Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão, e beba do cálice;” ficamos sempre receosos ao examinar-mos a nós mesmos, pois não há melhor advogado de defesa para mim do que eu mesmo. Quando não há entrega verdadeira, a pessoa pensa que esta com Jesus, “mas enganoso é o coração,” (Jr 17-9a) as vezes choramos, ficamos emocionados e pensamos erroneamente que Deus habita em nós, mas as coisas de Deus não tem nada a ver com emoção, temos que crer dentro, não de nosso coração de emoção, mas do coração da fé, da confiança, que Jesus foi Aquele que morreu antes mesmo de eu ter nascido por pecados que ainda vou cometer, por coisas erradas que ainda vou fazer na minha vida, e saber que “Ele é Fiel e Justo para nos perdoar os pecados e purificar de toda injustiça” (1Jo 1-9), devemos saber que o Senhor nos conhece melhor do que nós mesmos.
Muitas pessoas que vão as igrejas estão se enganando e levando sua alma para a perdição, pois mudaram em alguns itens de sua vida, deixaram os vícios, a bebida, as orgias, mas não deram seu coração ainda para Jesus, entregaram tudo menos o mais importante, e ainda não se converteram realmente, “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados, e pôs em nós a palavra da reconciliação.” 2Co 5-17,19, se estamos com Cristo somos nova criatura, somos outro ser, mesmo ainda estando com a casca antiga, mas por dentro a fruta esta nova e adocicada, pois Deus mudou nosso ser. Volto aqui a minha pergunta inicial: sou cristão?
Será que me examinei de verdade? Será que mudei realmente? Será que me converti? São perguntas que ninguém pode te responder a não ser você mesmo, por isto antes de ceiar na presença de Deus, reflita, não com a emoção, mas com a razão, pergunte a si mesmo se você visse em outra pessoa as coisas que você faz, tomasse as atitudes que você toma, você diria que esta pessoa realmente é de Deus? Analise, não responda a mim, mas a você mesmo e a Deus.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Nós podemos mudar nossa vida

Quando Deus nos chamou para seguí-lo, nós estávamos perdidos em um caminhos de trevas, sem direção, mesmo achando que estávamos certos.
Dizíamos palavras de baixo calão, achando isto a coisa mais normal do mundo, pois todos os nossos “amigos” falavam, vivíamos em uma situação que olhando hoje com os olhos espirituais que temos, estávamos a beira da morte física e espiritual. Hoje depois de nos encontrar-mos com o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, nova criatura somos, pois fomos lavados no sangue do Cordeiro, que tudo fez para termos esta vida que temos hoje. Alguns de nossos antigos “amigos” não quiseram seguir este mesmo caminho e hoje nos ridicularizam nos chamando de Bíblia, dizendo que estamos sustentando vagabundos entre outras coisas que não caba falar aqui, mas eu tenho a plena convicção de que fiz a escolha certa, tenho a certeza de que meu Deus pode até me deixar passar por dificuldades afins, mas tenho certeza também que eu chegarei ao céu e lá encontrarei o meu Senhor de braços abertos a me esperar, dizendo: filho meu, foste fiel a mim, agora pois, entra no gozo do Teu Senhor.
Irmãos amados, quero aqui dizer que a nossa vida não se compreende apenas a este mundo, se isto fosse verdade nós seriamos as criaturas mais infelizes desta terra, pois como iríamos fazer sabendo que a grande diferença entre as pessoas, que uns são endinheirados, outros são pobres de doer, que não tem o que comer ou o que vestir, uns tem saúde de ferro, outros são debilitados, raquíticos, com chagas e dores. Que ingratidão seria este mundo se isto fosse nossa primeira e ultima parada, que ingratidão com quem sofre, se não tivéssemos a um Deus Glorioso e Soberano a quem, nas nossas horas de angustias, chamássemos e de pronto nos atenderia. Graças ao sacrifício de Jesus, hoje podemos ter a quem pedir, a quem clamar e nas horas de nossa angustia ter Ele a nos socorrer, muitos ainda não se conscientizaram que há um Deus vivo que pode livrar e principalmente pode nos dar a salvação eterna, não importa a sua condição financeira, física ou espiritual, o que importa é que buscando-o de todo o seu coração, Ele é fiel e justo para lhe dar o livramento e principalmente a salvação de sua alma.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Não olhe para trás

Quem ama a Deus, não olha para trás, não volta a pratica de obras reprováveis por Deus em Sua Palavra. Estamos em uma caminhada, em uma corrida pela nossa salvação, estamos com milhares de olhos em cima de nós, olhos de anjos do Senhor e olhos de anjos decaídos, que estão só esperando que nós paremos para contar os quilômetros que já percorremos, e olhando para trás perdermos a visão do que esta a frente e se não voltarmos rapidamente a olhar para o nosso foco, podemos cair em um abismo que dificilmente sairemos dele. Já vi muitas pessoas que um dia foram iluminadas por Deus, foram tão usadas e hoje estão perdidas e o que é pior, não tem mais em seu coração a vontade de se arrepender, caíram no abismo e não sabem mais como voltar para o caminho que o Pai nos traçou. A mulher de Ló quando o anjo do Senhor lhes disse para irem e não olhassem para trás, “E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal.” Gn 19:26.
Não permita que sua vida se transforme em uma estátua que não vai a lugar algum, que não pode mais ter comunhão com o Senhor Jesus, que pode ser até de ouro ou e pedras preciosas, mas não poderão utilizar este tesouro fora dos limites deste mundo.
Como o Senhor Jesus disse em Lucas 17:32 “Lembrai-vos da mulher de Ló” não olhe para trás meu amado, foque o seu olhar no caminho que Ele nos traçou. Lembre-se sempre de dar graças a Deus por você estar no caminho que lhe foi traçado, não peça nada, apenas glorifique a Aquele que morreu na Cruz para que a nossa estrada fosse aberta e pudéssemos saber que estando com Ele neste caminho chegaremos ao objetivo maior que é a Nova Jerusalém. “Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome.”
Ap 3:12.
Amados, vejam que o Senhor Jesus vai nos deixar entrar nesta nova Jerusalém quando formos vencedores, quando cruzarmos a linha de chegada desta corrida, quando não olhamos para trás nesta nossa corrida.

Graça e Paz em Cristo Jesus

2 de mar de 2009

Amar a fámilia

“Não te vingarás, nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o SENHOR.” Lv 19-18.
O amor entre duas pessoas é hoje a tarefa mais difícil e complicada para o ser humano, pois com a falta de uma consciência deste mundo caótico em que vimemos, leva ao ser humano uma falta completa de valores (ou perda deles). Já ouvi muitas pessoas dizer que vão se casar e se não der certo se separam. O casamento é uma parceria. Uma via de mão dupla. A intimidade desta parceria é ilustrada pela expressão usada nas Escrituras para descrevê-la –“uma só carne”. Como a maioria das parcerias, o sucesso é dependente de ambos os parceiros cumprirem suas responsabilidades. As obrigações dadas a cada parceiro do casamento não estão condicionadas ao cumprimento das responsabilidades do outro parceiro. Na verdade, exatamente o oposto é afirmado e pressuposto nas Escrituras. Pedro mandou que as esposas se submetessem ao marido até mesmo em relacionamentos nos quais o marido talvez não ame sua esposa como deveria
“Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor. Não seja o adorno da esposa o que é exterior, como frisado de cabelos, adereços de ouro, aparato de vestuário; seja, porém, o homem interior do coração, unido ao incorruptível trajo de um espírito manso e tranqüilo, que é de grande valor diante de Deus. Pois foi assim também que a si mesmas se ataviaram, outrora, as santas mulheres que esperavam em Deus, estando submissas a seu próprio marido, como fazia Sara, que obedeceu a Abraão, chamando-lhe senhor, da qual vós vos tornastes filhas, praticando o bem e não temendo perturbação alguma.” 1 Pe 3-1,6.
O amor que é ordenado ao marido manifestar para com sua esposa é um que não depende do caráter dela, mas de sua obediência aos mandamentos de Deus, como demonstrado pelo significado da palavra escolhida por Paulo para descrever aquele amor ( Ef 5-25).
O mundo hoje esta povoado de famílias destruídas que com a falta de uma convivência dentro do lar, os filhos saem às ruas a procura de algo que nunca irão achar, por não terem sidos instruídos dentro de casa a obedecerem às regras de convívio entre as pessoas, ai nunca vão aprender se não houver um encontro com Jesus. Estes quando perdem os valores, acabam destruindo suas vidas com drogas, brigas e sexo, pois estes desprovidos do Amor de Cristo, não encontram paz e carinho em seus corações. Devido à falta de amor próprio e ao próximo, muitos casamentos estão naufragando e com eles à família.
“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Pv 22-6.
Amados amigos e irmãos em Cristo, instruam os seus, evitemos um mal maior no futuro, façamos a nossa história com retidão, verdade, integridade e principalmente com a nossa confiança entregue ao Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Graça e Paz em Cristo Jesus

1 de mar de 2009

Definição do Verbo

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” Jo 1-1
No primeiro versículo de João encontramos a palavra verbo, segundo um dicionário de língua portuguesa esta palavra significa: “Verbo, palavra que exprime ação, estado, qualidade ou existência.”.
Comecemos aqui a destacar esta palavra e Nosso Senhor Jesus;
1) Palavra que exprime ação;
Jesus foi a ação de Deus para nos salvar, foi uma medida drástica para que todos os que nasceram depois de Adão não fossem lançados no inferno, entre eles estão Abraão, Isaque, Jacó, José, Moisés, Davi, eu e você.
2) Palavra que exprime estado;
Jesus foi o estado de Espírito de Deus em relação a nós, foi a única forma encontrada para se combater as forças do inferno.
3) Palavra que exprime qualidade ou existência;
Jesus foi o selo de qualidade que Deus tinha em mãos para fazer esta obra, era a sua ultima tentativa de livrar o mundo que Ele tanto ama.
Jesus por ser Deus também, fazer parte da Trindade é a própria existência que veio para nós que não tínhamos nenhuma chance de salvação sem Ele.
Se você perceber são três as definições para a palavra verbo; Ação de Deus para nos salvar, Estado de Jesus em se dispor a se desfazer de sua forma espiritual, sacrificando sua salvação que era garantida e Qualidade ou Existência do Espírito Santo que veio após a ascenção de Jesus aos céus que é um Espírito de qualidade e sua existência é eterna.
Irmãos, temos que entender que Deus fez tudo que podia para que fossemos salvos e o que Ele quer agora de nós é que sigamos os paços de Jesus quando esteve aqui neste mundo, que tenhamos uma ação ou atitude para busca-Lo, que tenhamos estado de espírito de acordo com o Seu para seguirmos o que nos deixou escrito e por ultimo que a qualidade de nossa oração seja a pura expressão de nossa existência para que recebamos nosso galardão quando formos chamados para prestação de contas com Ele.

Graça e Paz em Cristo Jesus

A Glória de Deus

O que você faz para ver ou ter a glória de Deus?
Quando fomos chamados por Jesus para segui-Lo, nós estávamos longe de tudo que representasse o Senhor, estávamos desprovidos de graça e de glória, apesar de Deus nos amar Ele nada podia fazer para nos abençoar, pois a Sua voz não alcançava o nosso coração. Mas quando fomos tocados pelo Seu imenso amor, não importa de que forma, se foi por uma doença, por um problema familiar ou financeiro, o que importa é que isto nos levou a presença Dele e através de Sua Palavra fomos libertos, curados e principalmente salvos.
“Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo.” 2Co 4-6.
Deus nos fez conhecer a Sua glória, o Seu caráter e a Sua salvação para que em “tudo que fizéssemos” fosse para glorificá-Lo.
“Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.” 1Co 10-31.
Jesus orou ao Pai dizendo que estava chegando à hora de sua morte, mas mesmo assim Ele não deixou de glorificar o Senhor.
“Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer;” Jo 17-4
Meus amados, dar glória a Deus é uma obrigação de todo aquele que diz que o segue e o serve a Jesus, pois sem a glória Dele nós não teríamos direito ao maior de Seu propósito, a nossa salvação. O príncipe deste mundo quer que eu e você nos esqueçamos de glorificar ao criador de nossas vidas, ao consumador da nossa fé, por isto não esqueçam de todas as vezes que for falar com o Pai, de primeiro agradecer por você estar podendo louvá-Lo e glorifica-Lo, pois quantas pessoas gostariam de estar no nosso lugar neste momento e não podem, quantas pessoas estão sendo enganadas por espírito maligno e dando glória a quem não a tem.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Faça o que lhe esta ordenado

“Irmãos, não vos queixeis uns dos outros, para não serdes julgados. Eis que o juiz está às portas.” Tg 5-9.
Caros irmãos, como sabem tivemos este episódio da queda do teto da Igreja Renascer em Cristo, fiquei algum tempo na internet lendo varias coisas que foram escritas por alguns irmãos na fé. Uns responsabilizaram a liderança da igreja pelo acontecido, outros disseram que eles estavam colhendo o que haviam plantado, outros diziam que estavam orando, enfim havia todo tipo de palavra: acusação, defesa e outros que não eram nem contra nem a favor, muito pelo contrário.
Queridos, a palavra de Deus nos diz que tudo o que acontece é com a permissão do Pai e que não devemos julgar, quando fazemos isto, estamos fazendo o que não é de nossa alçada, devemos sim orar para que as famílias tenham o conforto do Amor de Deus e que esta igreja volte logo para continuar a sua obra de ganhar almas para o Reino de Deus.
“Então, disse comigo: Deus julgará o justo e o perverso; pois há tempo para todo propósito e para toda obra.” Ec 3-17.
Caros irmãos, neste momento o que devemos fazer é somente seguir nesta nossa jornada e deixar que esta obra que não é nossa mais do Senhor, que Ele fortalecerá a todos, tanto os dirigentes da igreja como as famílias que estão passando por este deserto. Fiquemos sóbrios e diligentes, firmes em direção ao caminho estreito que nos levará a salvação e deixemos o julgamento para Aquele que tem o Poder, a Honra e a Glória de conceder liberdade e perdão ou o fogo eterno, façamos a nossa parte e deixemos a parte de Deus para que Ele faça.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Comer a palavra de Deus

“Ainda me disse: Filho do homem, come o que achares; come este rolo, vai e fala à casa de Israel. Então, abri a boca, e ele me deu a comer o rolo. E me disse: Filho do homem, dá de comer ao teu ventre e enche as tuas entranhas deste rolo que eu te dou. Eu o comi, e na boca me era doce como o mel.” Ez 3-1,3.
Caros irmãos, a Palavra de Deus pode ser doce ou amarga na sua vida, depende de como você esta vivendo esta Palavra. Muitos hoje lêem a Bíblia, sabe que é a Palavra de Deus, mas será que estão comendo mesmo? Ou será que estão apenas lendo? Hoje quando pregamos sobre comunhão com Deus, estamos falando para paredes, não temos quem escute, pois as pessoas hoje estão indo as igrejas para ouvir aquilo que lhes interessam, quando avisamos que pregaremos sobre salvação, muitos nem vêem a igreja ou não prestam a devida atenção. A palavra de Deus é insofismável, você pode buscar tudo de Deus, mas se você não busca-Lo, você pode até ter bens materiais, mas não terá salvação, não terá tesouros no reino dos céus.
Amados, Jesus veio a este mundo para que nenhum de nós se perdesse, mas tivéssemos a vida eterna e sejamos ressuscitados no ultimo dia (Jo 6-40). Busquemos nossa salvação, busquemos ter mais contato com o Senhor Jesus, busquemos Santidade, devoremos a Palavra que Ele nos deixou para que possamos estar atentos a toda armadilha de Satanás. Não mude seu foco, fique firme nas promessas do Pai, pois Ele hoje nos fala através da Sua Palavra.

Graça e Paz em Cristo Jesus

6 de fev de 2009

A unidade de Deus

”A fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos; eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amaste a mim.”
Jo 17-21,23.

Amados, a oração de Jesus no capitulo 17 do Evangelho de João foi a mais longa que foi registrada na Bíblia. Podemos aprender com esta oração que o Senhor Jesus rogava pela unidade dos que nele criam.
Certamente a preocupação de Jesus deveria ser o desejo de glorificar a Deus, mesmo se preocupando conosco. Sabemos como ele glorificava a Deus e como nós podemos hoje glorificá-lo. Ele já tinha glorificado a Deus cumprindo a obra que era para ele fazer. Tinha chegado à hora dele morrer na cruz pelos pecados da humanidade. Devemos tirar um ensinamento desta oração, que mesmo nos momentos de maior dificuldade que tivermos, devemos sempre glorificar a Deus, para que não sejamos presas fáceis para Satanás. Você pode ser rico ou pobre, pode ser rei ou súdito, se você não tiver a marca de Cristo, sua vida vai ser ceifada pelo Diabo. Você não vai a lugar a algum sem a direção de Jesus. O povo de Deus unido com Jesus Cristo, é forte, derruba barreiras faz o impossível acontecer, mas sem esta unidade, nós nunca sairemos da mesmice, nunca deixaremos de ser aquele povo que ficou por 40 anos andando no deserto, comendo das migalhas que caem da mesa de Deus.
Devemos nos congregar, não existe igreja virtual, se o ramo não estiver na Videira, ele vai murchar, secar e será atirado no fogo.
Deus irradia a glória de seu caráter, uma parte do qual é seu grande amor por Cristo e por nós e por este motivo devemos aprender de fato a se único com a Trindade (Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo).
“Até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo,” Ef 4-13.
Amados, perdoem aqueles que o ofenderam, una-se em oração com sua igreja, ore pelos de sua casa e nunca esqueça quanto mais juntos menos problemas teremos, pois Satanás só ataca aquele que esta desprotegido.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Fé e Amor

“Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.” 1 Jo 4-8.

“De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.” Hb 11-6.

Nos dois trechos da Bíblia Sagrada descritos acima, vemos como Deus nos quer ao Seu lado, podemos dizer que a Fé e o Amor são as nossas pernas, é o que nos mantem de pé, firmes na Presença Dele. Podemos até andar por algum tempo sem uma das pernas, mas com o passar do tempo, vamos nos cansando e caímos, mas quando estamos firmes na sua Presença, teremos condições de andar a longa caminhada da nossa vida em direção à Aquele que nos criou e por Amor de nós, tem-nos chamado para viver ao seu lado. Deste modo e por Amor a nós, que Deus mandou seu filho a terra, pois estávamos perdidos em nossos pecados, desprovidos da Fé e do Amor.

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” Jo 3-16

Foi pela fé que Pedro quando viu ao Senhor Jesus andando por sobre as águas e for ter com Ele, mas quando a sua fé faltou, foi o Amor de Jesus que lhe estendeu a mão e não deixou que ele morresse, como esta descrito no livro de Mateus.

“Respondendo-lhe Pedro, disse: Se és tu, Senhor, manda-me ir ter contigo, por sobre as águas. E ele disse: Vem! E Pedro, descendo do barco, andou por sobre as águas e foi ter com Jesus. Reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a submergir, gritou: Salva-me, Senhor! E, prontamente, Jesus, estendendo a mão, tomou-o e lhe disse: Homem de pequena fé, por que duvidaste?” Mt 14-28,29,30,31

Como sempre digo, Deus nos deixou 10 mandamentos que estão descritos no AT, mas se nós cumprimos apenas 2 estaremos cumprindo a todos os outros:
1-Amar a Deus sobre todas as coisas;
2-Amar ao teu próximo como a ti mesmo;
Pois ai está a Fé em Deus e em Jesus Cristo, e o Amor ao nosso semelhante, que por este Amor não iremos traí-lo, rouba-lo ou qualquer outro mal faremos, pois o Amor de Deus que esta em nós falará mais alto que o pecado, a luz vencerá as trevas.

Graça e Paz em Cristo Jesus

5 de fev de 2009

Evangelizar

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.” Mc 16-15.
Neste versículo pequeno em tamanho, mas grande em ensinamento dado por Jesus após a sua ressurreição, Ele fala a seus discípulos (e a nós também) que a parte Dele já estava concluída, agora esta em nossas mãos levar ao mundo tudo que nos ensinou.
A volta de Jesus em Glória ainda não aconteceu por eu e você ainda não fizemos o que nos foi ordenado, estamos feito arvores, presos pela nossa raiz a algo ou alguém e não vamos onde esta o sofrido, o desesperado, o aflito, àquele que esta só precisando de uma palavra de conforto. Muitas pessoas estão morrendo física e espiritualmente sem que nós pudéssemos cumprir aquilo que Nosso Senhor Jesus Cristo falou que deveríamos fazer.
Uma vez li sobre um pastor da Igreja Assembléia de Deus, que veio dos Estados Unidos no inicio do século 20 pregar o evangelho aqui em nosso país, ele estava muito nervoso com a direção da sua igreja, pois seu líder lhe mandara uma carta perguntando se a “estrada” já estava aberta, se poderia mandar mais pastores para cá, ele mandou uma carta de volta respondendo que pastor que precisasse de uma estrada aberta podia ficar lá, que ele deveria mandar pastores que estivessem dispostos a abrir e pavimentar novas estradas, que estivessem dispostos a lutar junto com ele para o Reino de Deus se firmasse em terras Tupiniquins. Lendo isto, pensei, este homem veio da sua terra, para um lugar onde ainda não havia quase nada de infraestrutura, largando tudo e todos para que as palavras de Jesus fossem cumpridas, e nós o que temos feito o que deixado para traz para fazer a obra de Deus.
No Brasil atual, muitos pastores de diferentes denominações já largaram tudo e foram para onde o Espírito Santo lhes mandou, mas ainda é pouco em relação à quantidade de pessoas que estão neste mundo precisando saber que apesar de todo o seu sofrimento, existe um Deus que se importa com ela e que está disposto, a partir do momento que esta mesma pessoa se voltar para Ele, mudar a direção de sua vida.
Você que está ai pensando no que fazer amanhã, tome uma decisão, vá visitar um hospital, um albergue, um asilo ou mesmo ficar na porta de sua igreja, falando das Boas Novas que Cristo nos deixou e verá como tudo lhe sairá bem.
“Tu, ó Sião, que anuncias boas-novas, sobe a um monte alto! Tu, que anuncias boas-novas a Jerusalém, ergue a tua voz fortemente; levanta-a, não temas e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus!”
“Eis que o SENHOR Deus virá com poder, e o seu braço dominará; eis que o seu galardão está com ele, e diante dele, a sua recompensa.” Is 40-9,10.

Graça e Paz em Cristo Jesus,

Fidelidade do Senhor

Deus é Fiel, Ele só pode fazer aquilo que pedimos ou queremos quando cremos que pode fazer. É verdade que Ele é Pai, fiel cumpridor de Suas promessas, bem como protetor de todos aqueles que são dEle. Entretanto, mesmo crendo em Sua Palavra, se não fizermos o que Ele nos orienta em sua palavra, o Senhor ficará impossibilitado de nos atender.
Muitas pessoas que creem no Único e verdadeiro Deus não recebem suas benesses, porque esperam, simplesmente, que o Senhor haja em favor delas automaticamente. No entanto, não é dessa forma que as coisas funcionam. Além disso, se Deus operasse em nosso benefício sem que crêssemos ou pedíssemos, Ele seria servo, e não Senhor.
Assim a Palavra de Deus nos ensina:
“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” 1 Jo 1-9
Quando nós confessamos os nossos pecados Ele nos perdoa.
“A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome.” At 10-43
Se não os confessarmos, mesmo crendo que Ele quer e pode perdoar-nos, não seremos perdoados. Há perdão para todos, mas somente quem reconhece seu erro e o confessa experimenta a remissão dos seus pecados. Quem assim o faz não só encontra o perdão, mas também a purificação de sua alma e de toda mancha ou inclinação para o mal que tomou conta do seu espírito.
Essa promessa funciona também em relação à cura, à prosperidade ou a qualquer outra bênção que Deus tenha reservado para nós. O princípio é o mesmo. A pessoa que está doente entra em oração e confessa sua necessidade e a promessa de Deus. Ao agir assim, ela dá ao Senhor condições para estender Sua mão e operar o milagre da cura. Também o mesmo se dá com o indivíduo que enfrenta problemas no casamento, nas finanças ou em qualquer outra área de sua vida. Mas lembre-se que devemos em primeiro lugar buscar a sua presença, não adianta nada pedir algo a Deus e não buscar sua presença:
“Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Mt 6-33.
O texto sagrado nos chama a atenção para o fato de que o Senhor é fiel. Ora, esse título jamais será tirado dEle. Todo aquele que cumprir a sua palavra haverá de provar da fidelidade do Senhor. Em todas as gerações, tanto nas dos tempos bíblicos através dos profetas, como nas das outras épocas, Ele sempre Se mostrou e irá mostrar-Se cumpridor de tudo o que nos prometeu.

Graça e Paz em Cristo Jesus,

Estar alicerçado na fé

Um dia nós seremos assolados pelo dia mal, não importa quem eu ou você sejamos, que tenhamos nascidos em berço de ouro ou em uma cabana de palha, o dia mal vai chegar, e quando este dia chegar na nossa vida, temos que estar preparados para enfrenta-los. Quando nós alicerçamos as nossas vidas na palavra de Deus, podemos até ter problemas, mas em todos seremos mais que vencedores. O senhor Jesus disse a parábola dos dois alicerces (Mt 7-24,27) que aquele que esta preparado para este dia, pode acontecer qualquer coisa, mas vai vencer as dificuldades, mas se não estivermos na palavra, se não estivermos com nossas estruturas fincadas em um alicerce de rocha, nossa destruição será grande, mas ai você me diz: “eu sou crente” “eu leio a Bíblia todo dia”, nada disso importa, pois a palavra de Deus diz que o dia mal virá, seja sobre o crente ou sobre o ímpio, mas ele também nos deixou uma palavra de conforto.
“Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” Jo 16-33.
Veja que o Nosso Senhor Jesus já nos alertou sobre as aflições, que não ficaríamos sem recebê-las, mas que era para que estivéssemos firmes para poder suportar todas as provas.
Irmãos, você pode estar passando por um problema dos mais difíceis que o ser humano pode enfrentar, você pode estar passando pelo vale da sobra da morte, mas estando em Cristo Jesus, todas as suas trevas serão discipadas, “pois o choro pode durar a noite, mas a alegria vem ao amanhecer” Sm 30-5b, tudo vai depender de como esta nossa vida com Jesus, como esta sendo construído o alicerce da nossa casa espiritual, estejamos então preparados, pois não saber a hora, nem o dia. Adoremos a Jesus, façamos toda boa obra, lutemos com todas as nossas forças para que amenizemos a dor que certamente vamos ter.

Graça e Paz em Cristo Jesus

15 de jan de 2009

Tentação

“A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.”
Mt 4-1.
Quem de nós ainda não foi levado ao deserto? Quem de nós ainda não teve lutas na vida? Até mesmo para que possamos nascer fisicamente temos que lutar. Amados, na tentação de Jesus, quando ele estava mais debilitado pelo jejum que tinha acabado de fazer, foi ai que o diabo se aproveitou da situação para tentá-Lo. O mesmo acontece conosco nos dias de hoje, quando estamos passando por dificuldades na família, no trabalho, ou em qualquer outra área de nossa vida, sempre tem um que não professa a mesma fé que nós e nos diz: você não vive dizendo que é de Deus, que serve a Jesus, porque então você esta com problemas? Porque você não pede ao seu Deus para lhe ajudar? Quando ouvimos estas palavras, se não estivermos alicerçados na fé, não agüentaremos a prova, e é ai que muitos se voltam contra Jesus, por permitirem que a tentação seja mais forte.
Meus amigos e amados irmãos em Cristo, aprendam uma coisa, Deus nos leva ao deserto para que Ele nos mostre que não somos nada sem Ele, pois é no deserto que Deus nos ensina, é no deserto que Ele nos mostra se realmente estamos na fé. Porque Ele sabe que temos condições de passar por isto.
“Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.” 1Co 10-13.

Graça e Paz em Cristo Jesus

O Sim do Senhor

“Porque o Filho de Deus, Cristo Jesus, que foi, por nosso intermédio, anunciado entre vós, isto é, por mim, e Silvano, e Timóteo, não foi sim e não; mas sempre nele houve o sim.” 2 co 1-19.
O Senhor Jesus Quando esteve para ser crucificado, estando no jardim do Getsêmani orando ao Pai, Ele estava com a sua natureza humana a flor da pele, visto que tenha pedido: “Pai, se queres passa de mim este cálice,” Lc 22-42a. Mas após todos os acontecimentos que se sucederam o apóstolo Paulo nos fala sobre o sim do Senhor para nossas vidas.
Jesus hoje tem um Sim para todos os nossos problemas, Ele nos orienta a orar, a pedir com fé, pois tudo já foi feito para nossa vitória, porque o Filho de Deus, foi crucificado, recebeu um não do Pai no Getsêmani, para que quando os seus discípulos (e nisto inclui nós também) estivessem orando, já saíssem com a certeza do sim nas mãos, já estivessem preparados para entrar numa guerra, sabendo que dela já sairiam vitoriosos, porque sempre há um sim de Jesus para nós.
Você esta doente, Deus tem um sim para sua cura;
Você esta com problemas matrimoniais, Deus tem um sim de vitória ai também;
Você esta com problemas financeiros, idem;
Enfim todos os seus problemas, aflições, dores e lagrimas já foram levados por Jesus na Cruz, basta apenas você crer, nada cairá do céu no seu colo, você terá de ir para o deserto, em busca de sua vitória, mas tenha a certeza que ela virá, pois Deus nunca nos livrará dos problemas, mas Ele sempre nos livrará nos problemas.
Daniel era um servo de Deus, estava sempre se santificando, orando, buscando a face do Senhor, mas Deus não o livrou da cova dos leões, mas o livrou na cova dos leões:
“Então, o rei ordenou que trouxessem a Daniel e o lançassem na cova dos leões. Disse o rei a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, que ele te livre.” ”Foi trazida uma pedra e posta sobre a boca da cova; selou-a o rei com o seu próprio anel e com o dos seus grandes, para que nada se mudasse a respeito de Daniel.” ”Então, o rei se dirigiu para o seu palácio, passou a noite em jejum e não deixou trazer à sua presença instrumentos de música; e fugiu dele o sono.” ”Pela manhã, ao romper do dia, levantou-se o rei e foi com pressa à cova dos leões.” ”Chegando-se ele à cova, chamou por Daniel com voz triste; disse o rei a Daniel: Daniel, servo do Deus vivo!”
“Dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões?”
“Então, Daniel falou ao rei: Ó rei, vive eternamente!””O meu Deus enviou o seu anjo e fechou a boca aos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dele; também contra ti, ó rei, não cometi delito algum.” Dn 6-16,22.
Veja que quando estamos em comunhão como Senhor Jesus, estamos fazendo o que nos foi ordenado, Ele sempre nos livrará, não tenha medo de enfrentar a sua batalha, pois o nosso Deus a quem servimos nos livrará, basta crer somente.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Banalizando o milagre

Meus irmãos, Hoje em dia em algumas igrejas evangélicas (graças a Deus não são todas) muitos pastores e lideres estão banalizando o milagre. Muitos dizem que ali o milagre acontece que ali o milagre é coisa natural, queridos, então não é milagre, pois o milagre é sobrenatural, o milagre não acontece a toda hora e nem com todo mundo, estão pervertendo as coisas de Deus. Estas igrejas estão mais preocupadas em realizar curas milagrosas, prosperidade, e outros muitos atos. Não que isto seja errado, mas estão se esquecendo que isto é conseqüência da fé da pessoa que esta buscando, não é realização de uma determinada denominação, estão mudando o foco das coisas de Deus, pois pegam na Bíblia Sagrada apenas os milagres feitos por Jesus e pelos profetas, mas para isto devemos levar nosso povo ao conhecimento, antes eles tem de saber que sem fé não se agrada a Deus “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento.” Os 4-6a.
Vejo membros destas igrejas desprezando a busca ao Espírito Santo, indo somente à igreja quando se tem orações por milagres. Hoje as igrejas até já mudaram o foco de seus cultos, pois as reuniões do fim de semana onde a freqüência do povo é maior, estas viraram “tendas de milagres” suprimindo boa parte do Louvor a Deus para orações de milagres (curas, prosperidade, vida sentimental, etc.). Não que isto seja pecado, pois são dons gratuitos de Deus, mas não devemos trocar estas coisas por uma comunhão real e verdadeira com nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, pois entreguemos nossos caminhos a Deus e tudo mais Ele o fará.
Eu bem sei que hoje as igrejas que tem em seu ministério o dom da Palavra, estão com carência de pessoas, porque ninguém quer ficar ouvindo que Deus tem reservado para nós na eternidade, as pessoas são imediatistas, querem tudo de Deus hoje, estão preocupadas com seu bem estar neste mundo, e desprezam as coisas do Alto.
Hoje quando ligamos a TV em um canal que transmite uma programação evangélica, o que se vê são pessoas indo buscar de tudo menos a Deus, são pastores dizendo que “aqui você terá sua vitória” ou mesmo alguns desafiando a Deus dizendo que “Ele tem obrigação de nos dar as bênçãos que nos prometeu”, ou ainda pior, tem aqueles que estão vendendo lenços com seu suor dizendo que quando o doente passar sobre seu corpo este objeto ele será curado. O que é isto? Venda de indulgência, talvez, mas o pior é que são milhares de pessoas buscando ao homem em vez de se entregarem a Deus. “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Mt 6-33.
Queridos, O senhor Jesus através do apóstolo Paulo nos dá um ensinamento muito grande do maior dom de Deus para nós, “mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.” Rm 6-23b.
Amados me desculpem por estas palavras, isto parece tom de desabafo pessoal, pois estou vendo muitos indo para o inferno e não podendo fazer nada, por não ter mídia, poder econômico nem poder político, a única coisa que tenho é a minha fé em Jesus Cristo e a sua palavra. Mas Ele confortará ao meu coração.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Não despreze a Graça

“Também, irmãos vos fazemos conhecer a graça de Deus dada às igrejas da Macedônia.” 2 Co 8-1
Nessa passagem bíblica, o apóstolo Paulo fala da graça dada às igrejas dos macedônios, os quais sentiram um desejo intenso de ofertar, apesar da pobreza em que viviam. Hoje, o mesmo está ocorrendo em todas as igrejas de Deus – não me refiro ao fato de ofertar, mas, sim, à graça que o Senhor concede ao Seu povo. Cito, como exemplo, a perseguição que irrompeu na Índia, no estado de Orissa, no mês de setembro, onde muitas igrejas evangélicas foram incendiadas, e seus pastores e familiares, mortos. Contudo, creio eu, para aqueles irmãos, esses acontecimentos fazem parte da graça divina que tem sido derramada sobre eles, a qual os capacitaram a sofrerem por amor a Cristo.
Algumas congregações sentem que devem reunir-se para orar pelos perseguidores do Evangelho, assim como fez a primeira igreja cristã quando Saulo de Tarso esteve decidido a riscar do mapa a fé em Jesus. Deus, então, respondeu às orações daqueles irmãos, salvando e transformando o perseguidor no apóstolo Paulo.
Como seria bom se todos os filhos de Deus entendessem a graça que o Senhor derramou sobre eles e nela vivessem abundantemente. Sem dúvida, o mundo seria melhor, e a obra do Altíssimo cresceria! A graça que nos é concedida não deve, de modo algum, ser desperdiçada, pois, com ela, virão as recompensas.
“Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo.” 2Co 12-9
Se o Senhor Jesus escolheu determinada igreja para interceder pelos perdidos, e ela o faz com amor e dedicação, o Pai irá recompensá-la.
Muitas igrejas se juntam para orar, pedir isso e aquilo, e não há nada de errado nisso. Mas devemos nos reunir a fim de buscar a face do Senhor e interceder pelos que vivem sob o império das trevas, e as outras coisas nos serão acrescentadas. Quantas igrejas já se juntaram e levantaram uma oferta para construir um templo ou ajudar a erguê-lo em uma área pobre? A sua pode fazer isso e muito mais, basta apenas "agradar-te do Senhor". Ai teremos uma igreja forte, não em riquezas materiais, mas no agrado de servir ao Senhor. Lembre-se, não estou falando de dinheiro, mas de oração. Os macedônios, acima do seu poder, com muitos rogos, suplicaram ao apóstolo que aceitassem a ministração daquele serviço prestado ao Senhor (v. 3).
Não devemos procurar nem aceitar desculpas para não atender à graça que nos foi dada.

Graça e Paz em Cristo Jesus,

Espirito Santo

O batismo com o Espírito Santo de Deus é a mais forte e a mais resistente forma de o cristão buscar a proteção Divina. Os apóstolos do Senhor Jesus somente passaram a ser corajosos e intrépidos, a ponto de enfrentarem a morte, depois que receberam o poder do Espírito Santo. Infelizmente, muitas pessoas acreditam que o batismo com o Espírito Santo, serve apenas para falar em línguas estranhas. Falar na língua dos Anjos é apenas um dos sinais do Espírito Santo em nossas vidas. O Espírito Santo não atua sobre nós só para que falemos em línguas. O Espírito Santo vem sobre nós para nos orientar, para nos guiar e, sobretudo, para nos dar sabedoria, discernimento e poder. Ele vem para completar a obra de Deus em nossas vidas e para nos dar a Salvação Eterna. Existem pessoas que um dia foram cheias de fé. Experimentaram o primeiro amor de Deus, dedicaram-se e foram servas da Verdade, mas, com o tempo, essas pessoas foram esfriando e transformaram a sua fé em tradição religiosa. Por esse motivo, muitas hoje estão fracas, debilitadas, caídas e há outras que até já abandonaram a fé em Cristo. Tudo isto porque faltou o selo do Espírito, para confirmar a Salvação e conservar a fé. “Depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, até ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória”.
Ef 1-13,14.
É o Senhor Jesus quem nos perdoa e nos salva. O Espírito Santo, então, vem para terminar essa obra, não a de salvação, pois a Salvação vem por meio do Senhor Jesus. O Espírito Santo vem para conservar a nossa salvação. Portanto, o Espírito Santo é à base da nossa fé. Ele é a Pessoa que nos ajuda a conservar essa Graça e que nos ajuda também a superar toda e qualquer dificuldade. Muitos cristãos são fiéis dizimistas, oram e jejuam, enfim, enquadram-se nos preceitos bíblicos, porém não cuidam do principal: o Espírito Santo. Ele é que nos ajuda a manter a salvação e nossa comunhão com Deus. Daí a importância de buscá-Lo em primeiro lugar. Graça e Paz em Cristo Jesus,

Vontade de Deus

“E a vontade de quem me enviou é esta: que nenhum eu perca de todos os que me deu; pelo contrário, eu o ressuscitarei no último dia.”
“De fato, a vontade de meu Pai é que todo homem que vir o Filho e nele crer tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.” Jo 6-39,40.
Você já parou para pensar qual a vontade de Deus na sua vida?
Já vi e ouvi muitos pregadores dizendo que Deus nos quer prósperos (ricos ou endinheirados) para que possamos ajudar na sua obra ou que Deus nos com saúde, sabedoria e outras coisas mais, não isto esteja errado, pois são Dons de Deus que Ele nos dá gratuitamente pela sua infinita Graça, basta apenas você buscar. Mas ao ler estes versículos, Ele me fez entender que tanto faz eu ser rico ou pobre, doente ou são, sábio ou iletrado, o que Ele quer é que mesmo que você estando com dificuldades na minha vida, sela qual for o problema que você tenha, o que Ele quer de fato é que acima de tudo isto você não esqueça que Deus é Amor, que Ele nos quer na eternidade, que quando nós obedecemos a sua palavra, venhamos a ser ressuscitado no último dia. Esta é a verdadeira vontade de Deus para nossas vidas, que tenhamos a vida eterna. Pense bem nisto.

Graça e Paz em Cristo Jesus

Obediência

“Sucedeu, depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que este falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo:” Js 1-1
Parando para meditar sobre este versículo, notei que Moisés foi chamado de “servo do Senhor” e Josué foi chamado de “servo de Moisés”, pois Josué nesta época era somente um servidor de Moisés, não tinha ainda falado com Deus, não tinha tido ainda uma experiência real e verdadeira com o Senhor Deus.
E nos dias de hoje, como será que somos conhecidos por Deus? Será que somos servos Dele ou ainda estamos servindo ao homem? O que você faz na sua igreja é para agradar ao Senhor ou para agradar ao homem? Estas perguntas temos que fazer constantemente a nós mesmos, pois interessa mais agradar a Deus, como esta escrito no evangelho de Lucas: “Marta agitava-se de um lado para outro, ocupada em muitos serviços. Então, se aproximou de Jesus e disse: Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a servir sozinha? Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me.” “Respondeu-lhe o Senhor: Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas.”
“Mas uma só é necessária; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.”
Lc 10-40,41,42.
Não estou dizendo aqui que devemos ser rebeldes, não cumprir com nossas tarefas na igreja, mas devemos reservar sempre a melhor parte da nossa vida para Jesus, pois
“Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” Mc 8-36. Não devemos ser rebeldes, mas sim obedecer às autoridades e as lideranças, pois elas foram instituídas por Deus. Josué quando Deus falou com ele e fez exatamente o que foi lhe ordenado, teve o reconhecimento de Deus e foi chamado de servo do Senhor. “Depois destas coisas, sucedeu que Josué, filho de Num, servo do SENHOR, faleceu com a idade de cento e dez anos.” Js 24-29

Graça e Paz em Cristo Jesus,